Sonho de Eric Clapton é tocar com João Gilberto

O guitarrista inglês Eric Clapton, acaba de lançar disco novo, Reptile, e inicia uma turnê mundial, provavelmente a última de seus 35 anos de carreira. Existem planos para shows na América do Sul, entre setembro e outubro, incluindo Brasil, Chile e Argentina, mas ainda não há datas confirmadas.Reptile é um disco otimista, contrastando com o Pilgrim (1998), seu último álbum-solo. Entre as 14 canções, figuram covers de Steve Wonder (I Ain´t Gonna Stand for It), J.J. Cale (Travellin´ Light), Ray Charles (Come Back Baby) e James Taylor (Don´t Let me be Lonely Tonight), além de composições próprias. "Quis fazer um disco otimista, que me desse prazer escutar. Acho que consegui", se orgulha o guitarrista.No ano passado, Clapton foi ao Barbican, em Londres, assistir a um show de João Gilberto. Saiu apaixonado: "Sempre ouvi música brasileira, mas naquela noite algo aconteceu e fiquei hipnotizado pela magia das canções, principalmente Águas de Março." Tentou criar algo semelhante, uma bossa instrumental, a primeira faixa de Reptile. Estava certo de ter conseguido, até o baterista Steve Gadd mostrar que a parte rítmica podia até estar boa, mas não era bossa nova coisa nenhuma. "A técnica da mão direita na música brasileira soa simples, mas é extremamente complexa."Leia mais

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.