Instagram/Reprodução
Instagram/Reprodução

Som a Pino: ‘Em Fortaleza...’

O Festival Maloca Dragão chegou à quinta edição com uma programação intensa de música, teatro, dança, artes visuais, cinema, literatura

Roberta Martinelli, O Estado de S.Paulo

01 Maio 2018 | 02h00

Um festival e já tantas memórias. A maioria das lembranças era de coisas que não vivi. Fui lá colecionar um pouco de momentos vividos. Tá confuso, né? Explico: a primeira vez que fui para o Festival Maloca Dragão em 2015 fui diagnosticada com dengue ao chegar lá e não saí do hotel (peguei aqui em SP). Depois, ano passado, não consegui ir e bem durante o festival morreu o Belchior e fiquei em contato com jornalistas amigos que estavam lá e contavam o que estava acontecendo. Gracias Pedro Antunes e Antonio do Amaral Rocha. Esse ano eu fui.

O Festival Maloca Dragão chega à quinta edição com uma programação intensa de música, teatro, dança, artes visuais, cinema, literatura. Fui para lá a convite do festival para apresentar um dos palcos. 

Nesse festival, 80% dos artistas são cearenses e estão escalados em horários bons e de graça para todos com o objetivo de fortalecer uma cena local.

GERAL SENTIU

Fortaleza estava quente demais, uma lua cheia no céu iluminava o palco e na Praça Verde do Dragão do Mar (um centro cultural impressionante) Letrux entrou para seu primeiro show na cidade. Todos cantavam juntos e vibravam com ela e a banda. Nos agradecimentos, ela contou que antes mesmo de qualquer conversa para levar o show por lá, fizeram um evento no Facebook que logo lotou. Que público maravilhoso. 

 

EL FRANCISCO

Francisco, El Hombre é uma banda meio brasileira, meio mexicana que lançou, em 2016, o disco Soltasbruxa. Todos nós sabemos que “disco é disco e show é show”, e aqui vale muito essa máxima, você só entende a banda depois que assiste. Uma verdadeira celebração. 

 

LINN DA QUEBRADA

Ela participou como convidada do show Perto do Mar, Longe da Cruz de Silvero Pereira e arrasou. 

 

NOVOS DESTAQUES

Dos artistas locais destaco: Getúlio Abelha (nasceu no Piauí e vive em Fortaleza) lançou ano passado um clipe da música Laricado e logo se tornou um dos shows aguardados do festival. Foi o primeiro show completo dele com banda, bailarinos, performance e o público ficou vidrado. Ainda falaremos dele. Destaco também Selvagens à Procura de Lei, banda destaque de Fortaleza que fez o registro em vídeo desse show (o que antigamente chamaríamos de gravar um DVD). 

 

E MAIS

Rincon Sapiência, Gil com Refavela 40, Daniel Groove mostrando novo disco, Casa de Velho, Procurando Kalu, Lagosta Bronzeada. Pouca coluna para muita música.

Lançamento: três dicas, três discos

Novidades não tão novas relançadas. A Polysom está lançando em vinil o primeiro disco dos Tribalistas (Bom dia, comunidade!), o disco Samba na Madrugada de 1986 de Paulinho da Viola e Elton Medeiros e também o disco de 1975 de Moraes Moreira, primeiro solo depois de Novos Baianos. Já quero todos!

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.