Sob sol escaldante, Raconteurs arrasam em New Orleans

Jack White, dos White Stripes, injeta uma jornada de grande rock`n`roll no berço do jazz, e faz show demolidor

Jotabê Medeiros, de O Estado de S. Paulo,

04 de maio de 2008 | 19h07

Foi arrasador, quando não abrasador. O show do grupo americano The Raconteurs, liderado pelo líder da banda White Stripes, Jack White, trouxe o rock`n`roll para o coração de Nova Orleans na tarde deste domingo, 4. "Nada como um show de rock no meio da tarde, não?", brincou às 15h30 Brendan Benson, o outro guitarrista e vocalista do grupo, que divide a frente do palco com White. De fato, com uma temperatura média de 30 graus, o sol a pino e cerveja quase impossível de encontrar, a tarde estava de ferver e Benson estava sendo irônico - e claro que rock desse porte é para a noite, bem mais à noite. A banda all stars, que tem ainda dois músicos do grupo Greenhornes (o baixista Jack Lawrence e o baterista Patrick Keeler) e Dean Fertita nos teclados, é dos melhores atos do rock da atualidade. Não excursiona com muita freqüência, mas acaba de lançar um disco novo. Eles abriram o show com Intimate Secretary, com Jack White apenas acompanhando os vocais de Brendan Benson. Mas logo a coisa começou a ficar pesada quando Jack empunhou dois dos melhores hits do primeiro disco do grupo, Broken Boy Soldiers, as canções Steady as she Goes e Blue Veins, uma pesada e a outra uma blues-balada. Dos White Stripes, eles tocaram Icky Thump, faixa-título de um dos discos do grupo que Jack mantém com a ex-mulher, Meg White. Jack falou pouco com a platéia. Apenas dirigiu-se aos garotos e garotas da audiência, que eram maioria no publico, e disse que Icky Thump era para que ouvissem com atenção, porque era um recado para eles. Como a letra é meio nebulosa, não dava para saber qual era o recado.

Tudo o que sabemos sobre:
The RaconteursThe White Stripes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.