Skol Beats cresce e muda de endereço

O Skol Beats mudou de endereço, ampliou o número de atrações nacionais e internacionais e estima receber em abril de 2003 5 mil pessoas a mais do que no ano passado. A maior festa eletrônica do País, que levou 40 mil pessoas ao Autódromo de Interlagos em 2002, não está poupando esforços para superar o sucesso de sua edição anterior."No ano passado, lançamos o desafio: como superar o evento de 2002? Encontramos nas pesquisas de opinião as saídas para alcançar esse objetivo", disse Carlos Lisboa, gerente de marketing da Skol, durante entrevista coletiva ontem. "Investimos em três aspectos: localização, estrutura e atrações."A solução encontrada para a primeira questão foi levar os admiradores das batidas eletrônicas para dançar no reduto paulista do samba - o Complexo do Anhembi. "Estudamos quais seriam os locais mais indicados para abrigar o evento e concluímos que é o sambódromo", explicou Lisboa. "É o maior complexo de entretenimento da América Latina e o acesso para lá, de ônibus ou metrô, é muito fácil."Em relação à estrutura do evento, os organizadores anunciaram um total de 330 banheiros, acesso do público distribuído por três entradas, duas praças de alimentação, quatro postos médicos e estacionamento com capacidade para 13 mil veículos.Mesmo frustrando o público mais exigente - que esperava o anúncio de atrações pesos pesados, tipo Moby ou Chemical Brothers -, a programação oferece alguns nomes fortes do cenário mundial. Entre eles, estão os badalado DJs Green Velvet e Derrick May, que vem pela primeira vez ao Brasil. Ambos se apresentarão na tenda The End. O grupo Stereo MCs (que mistura eletrônica com hip hop) também estreará em palcos brasileiros, com show no Outdoor Stage. Na tenda Movement, o destaque maior é o Grooverider - considerado um dos criadores do drum´n´bass. A programação completa pode ser acessada no site da Skol (www.skol.com.br).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.