Fabio Motta/Estadão
Fabio Motta/Estadão

Skank anuncia 'pausa' no final de 2020 e turnê de 'despedida'

De acordo com a assessoria de imprensa da banda, decisão não foi motivada por brigas

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de novembro de 2019 | 11h09

Após três décadas na estrada, a banda mineira Skank irá deixar os palcos no final de 2020. De acordo com a assessoria de imprensa da banda, que confirmou a informação, trata-se de uma 'pausa', não motivada por brigas.

"Em meio a uma série de ondas aparentemente perfeitas, os músicos resolveram fazer uma pausa e irem para a praia testarem-se fora da única formação que conheceram desde que se juntaram para fazer um som em 1991. Não teve briga nem nada que pesasse para uma decisão figadal. Somente um desejo por experimentação, por correr riscos e buscar outras formas de realização sem ser como Skank", informa a nota oficial da banda.

O comunicado também traz algumas impressões dos membros da banda. "(Chegou a hora de) cada um olhar para si. É hora de experimentarmos, ainda que demos com os burros n'água. Quero me testar fora do Skank, me ver em um círculo de músicos fora do que sempre transitamos. Há muito ainda a descobrir”, disse o vocalista Samuel Rosa.

A 'despedida' acontecerá na turnê 30 anos, que reúne 30 hits da carreira do grupo e uma canção inédita. A tour percorrerá todo o país e terá datas anunciadas em janeiro. 

Tudo o que sabemos sobre:
Samuel RosaSkankmúsica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.