Simon e Garfunkel se reúnem de surpresa em show em NY

Eles apresentaram 3 músicas juntos; Simon cantou 'Amulet', parceria com a cantora brasileira Luciana Souza

AP, REUTERS

16 de fevereiro de 2009 | 12h21

Paul Simon e Art Garfunkel protagonizaram uma reunião surpresa na sexta-feira em Nova York, cantando três músicas durante o bis do show de Simon no Beacon Theater. Os dois, que já foram adversários, cantaram juntos The Sound of Silence, The Boxer e Old Friends, no que deve ter sido a terceira reunião desde a turnê que fizeram juntos em 2004. O encontro deu um brilho extra à noite, que contou com personalidades como o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, Paul McCartney, Jon Bon Jovi e Jimmy Falton, e apresentou o interior redecorado do Beacon e seu novo sistema de som. Simon apresentou um show eclético com duas partes, passando desde clássicos comoMe and Julio Down by the "Schoolyard", Slip Slidin' Away e Graceland até composições de seu musical na Broadway The Capeman e materiais mais novos como Father and Daughther e Amulet, uma parceria com a cantora brasileira Luciana Souza. Ele também surpreendeu com músicas como Duncan, que remetia às raízes folk de Simon, Train in the Distance, do marginalizado álbum Hearts & Bones de 1983, e Loves me Like a Rock, uma canção de 1973 precursora da futura incursão de Simon pela música africana.

Tudo o que sabemos sobre:
MUSICASIMONGARFUNKELNova York

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.