Shows no Theatro Municipal sofrem com atrasos e problemas de som

Célia, Tetê Espíndola e Ednardo cantaram seus sucessos para o público, que sofreu com má organização

Renato Vieira - O Estado de S. Paulo,

18 de maio de 2014 | 03h04

 Os shows do Theatro Municipal sofreram com atrasos e problemas no som. A apresentação de Célia e Arthur Verocai estava programada para 19h, mas só começou 45 minutos depois. Nas cinco primeiras músicas, a voz da cantora estava baixa e foi aumentada a pedido da plateia. A cantora disse que ela e os músicos chegaram às 15h30, e o atraso aconteceu por causa de um ensaio de ópera. Ela relembrou o repertório de seu disco Célia,  de 1972.

O show de Tetê Espíndola deveria ter começado às 21h30, mas ela e os irmãos Alzira E, Celito e Geraldo só entraram no palco às 22h, para relembrar o repertório do disco Tetê e o Lírio Selvagem, de 1978.  Na primeira música, Rio de Luar, o microfone de Tetê estava fechado. No bis, ela cantou os sucessos Escrito nas Estrelas e Vida Cigana. 

O show de Ednardo também atrasou meia hora e o som de sua voz na primeira música, Carneiro, também estava baixo. Ele releu o repertório de O Romance do Pavão Mysteriozo,  de 1974, e foi muito aplaudido em A Palo Seco, de Belchior, e Pavão Mysteriozo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.