Shows na Etiópia comemoram 60 anos de Bob Marley

A Etiópia inicia nesta terça-feira um mês de comemorações pelos 60 anos de nascimento do ídolo da música reggae Bob Marley. Centenas de milhares de pessoas, entre elas estrangeiros de todo o mundo, devem participar do programa de eventos e shows intitulado Africa Unite - nome de uma das canções do artista. O ponto alto da festa será uma gigantesca apresentação musical no dia do aniversário de Marley, 6 de fevereiro, na capital etíope, Adis Abeba. O aniversário do cantor jamaicano é celebrado todos os anos. Esta, porém, é a primeira vez que um evento de grande porte do gênero acontece fora da Jamaica, país de origem de Marley.A música de Bob Marley sempre foi bastante popular na Etiópia.Os etíopes estão satisfeitos também com o movimento turístico que o evento proporciona, e a conseqüente entrada de moeda estrangeira na economia local.As bancas de CDs da capital etíope, que geralmente tocam em alto volume a música pop do país, agora embalam quem passa na rua ao ritmo de Get up, Stand Up e I Shot The Sheriff - grandes sucessos de Marley.A Etiópia foi o local escolhido devido às suas ligações com o movimento rastafári, ao qual Marley pertencia.O falecido imperador etíope Haile Selassie era líder espiritual dos rastafáris. A viúva de Bob Marley, Rita, tem gerado polêmica na Jamaica recentemente porque deseja transferir os restos mortais de Bob Marley para realizar um novo enterro na Etiópia. O cantor morreu de câncer em 1981, aos 36 anos.

Agencia Estado,

01 de fevereiro de 2005 | 11h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.