Show de rock no Pacaembu atrai 60 mil jovens

Não era dia de jogo no Estádio do Pacaembu, mas uma multidão de jovens caminhava em direção à Praça Charles Miller, em frente ao estádio, no começo da tarde de ontem. No lugar das camisas e gorros dos times, o público vestia roupas pretas, maquiagem escura e se aquecia com cachaça, vinho e pinga. O motivo da aglomeração na tarde fria de ontem foi um show promovido pela rádio Mix FM, em parceria com a Coordenadoria da Juventude da Prefeitura de São Paulo, em comemoração ao Dia Internacional do Rock, celebrado na terça-feira passada. Segundo estimativas policiais e dos organizadores, o evento reuniu mais de 60 mil pessoas. A primeira apresentação foi às 14h com a banda Houdini, seguida do grupo CPM 22. Mas a maioria dos presentes foi mesmo conferir o show da banda Ira!, programado para as 17h. "Saí cedo de casa, tomei dois ônibus e um metrô, mas valeu a pena. Não é todo dia que a gente vê o Ira! de pertinho e de graça", disse Rodrigo Andrade, 18 anos, morador do Itaim Paulista, Zona Leste. "Só saio daqui quando desmontarem o palco", brincou Luana Lima, 16 anos, que saiu de São Bernardo, chegou às 12h e ficou na frente do palco todo o tempo. A Mix promoverá outro show no Pacaembu, dentro do estádio. No dia 29 de agosto, a rádio faz seu 5º show anual com dez horas de música, levando grupos como Charlie Brown Jr., Skank, Jota Quest, Capital Inicial e Paralamas do Sucesso. Mas a entrada será paga.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.