Show de Miley Cyrus é proibido na República Dominicana

Autoridades argumentam que cantora vai contra "a moral e os bons costumes" do país

EFE

22 de agosto de 2014 | 10h04

Os fãs de Miley Cyrus na República Dominicana receberam uma má notícia essa semana. A Comissão Nacional de Espetáculos Públicos e Radiofonia (Cnepr) do país anunciou, na quinta-feira, 21, a proibição de um show que a cantora norte-americana faria no dia 13 de setembro.

Em uma notificação enviada às empresas SD Concerts e Live Nation, organizadoras do concerto, a Cnepr argumentou que a cantora costuma, em seus shows, "realizar atos que em desacordo com a moral e os costumes" do país.

A entidade argumentou que, "além da apresentação com roupas inadequadas", a artista faz uso "de linguagem e imagens que incitam ao sexo e à violência".

Além disso, a Cnepr disse que Miley usa "imagens e frases perversas, frases com duplo sentido, apologia ao crime, violência e atos que degradantes ao culto cívico, a incitação ao sexo, sexo lésbico, uso de objetos inadequados em público". Segundo a organização, são atos que "atentam contra a integridade pessoal e vão contra os direitos de crianças e adolescentes".

A Cnepr advertiu em sua notificação que pode acionar a Justiça contra quem infringir esta decisão. A apresentação seria realizada no Estádio Quisqueya de Santo Domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.