Shakira lidera indicações ao Grammy Latino

A colombiana Shakira é a favorita, com cinco indicações, do Grammy Latino. A Academia Latina das Artes e Ciências da Gravação dos Estados Unidos divulgou, nesta terça-feira, a lista de indicados. A cerimônia de premiação acontece, pela primeira vez, em Nova York, em 2 de novembro.Os brasileiros Chico Buarque e Ivan Lins concorrem ao prêmio de melhor álbum de cantor e compositor com Joaquín Sabina, León Gieco e Pablo Milanés. Muitos outros artistas do País entraram na disputa - existem categorias específicas para cada região, inclusive para o Brasil - como Sergio Mendes, Margareth Menezes, Marisa Monte e Ivete Sangalo.Em entrevista coletiva no Madison Square Garden, o cenário da grande noite, a academia divulgou as candidaturas para as 17 categorias. Shakira lidera a corrida seguida pela mexicana Julieta Venegas, pelo guatemalteco Ricardo Arjona e pelo argentino Gustavo Cerati, cada um com quatro indicações.Shakira, que em 2001 ganhou dois Grammys na versão dos prêmios em inglês, concorre na categoria melhor gravação (single) por "La Tortura", que também lhe deu a candidatura ao melhor videoclipe e melhor canção (composição), e pode ganhar também nas categorias melhor álbum com "Fijación Oral vol. I" e melhor álbum pop feminino, com o mesmo disco.Venegas concorre com seu mais recente álbum "Sal y Limón" nas categorias melhor álbum e melhor álbum de música alternativa, assim como ao prêmio de melhor videoclipe e melhor canção por "Me Voy".Shakira e Venegas disputarão o prêmio de melhor canção com Arjona, que concorre com "Acompáñame a Estar Solo", que também lhe valeu a indicação à melhor canção. Arjona disputa, além disso, nas categorias melhor álbum pop masculino e melhor videoclipe por "Adentro" e "Mojado", respectivamente.Cerati concorre pela melhor composição de rock, com "Crimen"; melhor álbum de rock vocal, com "Ahí Vamos"; melhor álbum, como produtor de seu disco "Ahí Vamos", e produtor de "Fijación Oral vol. I", de Shakira.Concorrendo à premiação de melhor álbum de rock vocal, a lista traz Belén Arjona ("Infinito"); Fabiana Cantilo ("Inconsciente Colectivo"); Cerati ("Ahí Vamos"); Ariel Rot ("Ahora Piden Tu Cabeza") e Alejandra Guzmán ("Indeleble").Guzmán pode ganhar na categoria melhor composição de rock por "Volverte a Amar".O novo grupo urbano porto-riquenho Calle 13, com apenas um ano e meio na indústria da música, obteve três indicações: artista revelação; melhor álbum de música urbana ("Calle 13") e melhor videoclipe versão curta pela música "¡Atrévete!".Além do Calle 13, concorrem ao prêmio de melhor álbum de música urbana os conjuntos Daddy Yankee com "Barrio Fino"; Don Omar com "Rey de Reyes" e Wision e Yandel com "Pa´l Mundo".As espanholas Niña Pastori e Rosario concorrem na categoria de melhor álbum vocal pop por "Joyas Prestadas" e "Contigo Me Voy", respectivamente, junto com Thalia ("El Sexto Sentido"); Inés Gaviria ("A Mi Manera"), Annais ("Así Soy Yo") e Shakira.O grupo La 5ta Estación, por seu trabalho "Acústico", e a banda La Oreja de Van Gogh, com "Guapa", foram indicados na categoria de melhor álbum pop vocal para duetos ou grupos.Na categoria de melhor álbum flamenco, concorrem Vicente Amigo ("Un Momento en el Sonido"); Diego El Cigala ("Picasso en Mis Ojos"); Javier Limón ("Limón"); Enrique Morente por ("Sueña La Alhambra") e Estrella Morente ("Mujeres").A noite de premiação do Grammy, tradicionalmente realizada em Miami e em Los Angeles, acontece este ano em Nova York, onde devem circular cerca de US$ 30 milhões, segundo o prefeito da cidade, Michael Bloomberg.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.