Shakira inicia em junho importante turnê mundial

A cantora colombiana Shakira começa em junho e prossegue até o final do ano a turnê mais importante de sua carreira, que sai da Espanha, circula pela Europa, Estados Unidos e América Latina, com destaque especial para a dança.A turnê Fixação Oral, mesmo nome do último álbum de Shakira, recupera suas canções mais conhecidas, sem esquecer suas raízes colombianas, em consideração "a um público fiel que tem sido testemunha de meu crescimento", comentou a cantora."Quero cantar com o público as canções que espero que permaneçam na memória das pessoas, pois mostram o que sou, o que tenho sido e de onde venho. São a trilha sonora de minha vida e creio que também das pessoas que têm me acompanhado nestes anos", acrescentou.Além dos sucessos de sua discografia, Shakira incluiu no repertório da turnê a canção Hips Don´t Lie (As Cadeiras não Mentem), criado junto com o rapper haitiano Wyclef Jean, e que estará na reedição de seu último álbum, Fixação Oral Vol.2.Ela disse que decidiu unir a paixão pelo folclore de sua terra e "me atrevi a misturar a cumbia com os sons haitianos e do rap de Wyclef", comentou a cantora que dança no videoclipe no estilo tradicional de Barranquilla (Colômbia), sua cidade natal.Para o artista espanhol Alejandro Sanz, outro parceiro no disco Fixação Oral, Shakira só tem elogios: "É um gênio criativo e um grande ser humano".Shakira lembrou como sua trajetória "não tem sido um caminho de rosas" e de como foi difícil entrar "em um mundo de homens e de adultos, "quando não passava de uma menina".Hoje, Shakira pensa em tirar um ano de férias depois da turnê para ir à universidade, aprender a cuidar de suas rosas e conhecer outros idiomas. Ela se define como uma mulher com virtudes que aproveita e defeitos que procura esconder.Apesar da colombiana ter fixado residência nas Bahamas, ela se sente muito unida a seu país e a Barranquilla, cidade onde nasceu e que tem uma estátua sua de quatro metros de altura.

Agencia Estado,

23 de março de 2006 | 15h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.