Shakira faz apelo por paz no Oriente Médio

A cantora colombiana Shakira mostrou, nesta quinta-feira, na Cidade do México, grande preocupação com o aumento da violência no Oriente Médio e pediu à sua geração que "dirija um pedido de paz às grandes potências do mundo para que parem imediatamente este conflito". Shakira está na cidade para promover o CD "Fixação Oral"."Não entendo muito bem porque este objetivo ainda não foi atingido... É uma história que deixou a todos nós tristes, especialmente pela perda de vidas inocentes. Estou falando de vidas de pessoas libanesas, israelenses e de outras nacionalidades que são absolutamente alheias aos conflitos que estão acontecendo", afirmou Shakira, de 29 anos, que possui origens libanesas.Com este objetivo a cantora, que nasceu m Barranquilla em 2 de fevereiro de 1977, antecipou que em 2007 organizará um show beneficente na América Latina semelhante ao Live Aid, ao qual já aderiram Miguel Bosé, Alejandro Sanz, Diego Torres, Alejandro Fernanez e o rapper haitiano Wycleaf Jean, que se apresentou com ela antes da final da Copa do Mundo em Berlim.

Agencia Estado,

04 de agosto de 2006 | 18h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.