Joshua Bright/The New York Times
Joshua Bright/The New York Times

Seu Jorge vai ao tribunal explicar gravação sem autorização

Cantor respondeu em audiência nesta terça sobre uso de 'Amélia', de Mário Lago e Ataulfo Alves, em 'Mania de Peitão'

Julio Maria, O Estado de S.Paulo

11 Agosto 2015 | 19h49

O cantor Seu Jorge compareceu na tarde desta terça-feira à 29ª Vara Cível do Rio de Janeiro para responder como réu a uma ação de apropriação indevida de trechos da música 'Ai, Que Saudades da Amélia', de Mario Lago e Ataulfo Alves, de 1942. Os três herdeiros de Lago – Graça Lago, Mario Lago Filho e Antonio Henrique Lago – alegam que trechos do samba-canção foram usados sem autorização na música 'Mania de Peitão', de 2004. Não há prazos para que a sentença do juiz seja proferida.

Mais conteúdo sobre:
Seu Jorge

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.