Sete músicas essenciais para entender a carreira de John Lennon

Músico e fundador dos Beatles completaria 75 anos nesta sexta, 9

O Estado de S. Paulo

09 Outubro 2015 | 09h00

If I Fell

A balada romântica presente no álbum A Hard Day's Night mostra um lado menos agressivo e rebelde de John. Predominantemente voz e violão, If I Fell é uma súplica de alguém que tem medo de ser magoado e de sofrer novamente por outra pessoa.

Revolution

Revolution é um grito de protesto dos Beatles, mas, principalmente, de John Lennon contra a guerra do Vietnã, que em 1968, ano de lançamento da música, estava no auge.

In My Life

In My Life é uma homenagem de Lennon à cidade de Liverpool. Surgiu após uma pergunta de um jornalista sobre o porque dele não escrever mais músicas sobre a sua vida. Como resposta, John compôs essa bela canção, que fala sobre pessoas que passaram por sua vida e lugares que ficaram em sua memória.

Girl

Girl aparece em Rubber Soul, de 1965. Uma mescla de romantismo e sensualidade.

Woman

A maior prova de amor de John Lennon para Yoko Ono. Em entrevista à revista Playboy no final de 1980, Lennon disse que Woman era uma versão mais adulta de Girl. A canção encontra-se presente no álbum Double Fantasy.

Jealous Guy

Lançada em 1971, pouco tempo depois do fim dos Beatles, mostra um lado sensível de John que se declara um ciumento na música, e pede desculpas a Yoko pelas vezes que a magoou e a fez chorar.  

Imagine

A música mais conhecida de John em sua carreira solo. Uma ode à paz e à vida, a canção pede para nos imaginarmos vivendo em harmonia e em união, em um mundo sem guerras e ódio. Clássico dos clássicos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.