Sesc Pompéia promove novos CDs

O Sesc Pompéia promove nessa quinta-feira dois lançamentos de disco: no teatro, às 21 horas, o compositor baiano - de Serrinha - Vicente Barreto lança O Melhor de... (selo Dabliú), CD que reúne 13 das músicas de que mais gosta e traz, como brinde, a inédita Cisma, composta em parceria com Costa Netto. No mesmo horário, na Choperia, o grupo Moleque de Rua apresenta novo disco, nova formação e novo nome: agora o conjunto se chama oficialmente Duda & Moleque de Rua. O título do CD independente é Pimenta Malagueta.Barreto canta e toca seu precioso violão, em quarteto com mais dois violões - de Swammi Jr. e Chico Pinheiro - e percussão - Guilherme Kastrup. É a formação que o acompanhará em seu disco de inéditas que já começou a ser gravado. Por enquanto fique-se com a antologia, que tem A Cara do Brasil (com Celso Viáfora, incluída no repertório do disco Olhos de Farol, de Ney Motogrosso), Tropicana (com Alceu Valença), Menino Pandeiro (com Paulinho Pedra Azul), Talvez Você (com Chico César) e outras belezas.Duda & Moleque de Rua reaparecem com uma formação diferente daquela que causou furor no início dos anos 90. Vindo da periférica Vila Santa Catarina, o grupo notabilizou-se por letras de cunho social e inusitados instrumentos feitos de sucata. À época, os moleques eram Bombinha, Pelé, Gélo, Naldo, Zeca, entre outros. Crescidos os meninos, o guitarrista Duda tem agora a compannhia de Mano Pê, Fábio Bica, Carlinhos Negão, Guigui, Dudu, Pâmela e Heverton. Pimenta Malagueta traz também as participações dos músicos Oswaldo Gregório e Carlinhos Alves. O registro será distribuído exclusivamente nas bancas de jornal.Antes da apresentação de Duda & Moleque de Rua será exibido o curta-metragem protagonizado pela banda chamado Poesia para os Urubus, da cineasta inglesa Jessie Sklair.Vicente Barreto. Amanhã, às 21 horas. De R$ 5,00 a R$ 10,00. Teatro do Sesc Pompéia. Rua Clélia, 93, tel. 3871-7700Moleque de Rua. Amanhã, às 21 horas. De R$ 3,00 a R$ 6,00. Choperia do Sesc Pompéia. Rua Clélia, 93, tel. 3871-7700

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.