Divulgação
Divulgação

SESC Pinheiros faz carnaval na contramão

Atrações continuam do domingo, 6, até a terça-feira, 8, com música instrumental e jazz

Estadão.com.br,

05 de março de 2011 | 19h09

O projeto carnaval na contramão propõe a apresentação de grupos de música instrumental e jazz, buscando reunir o público interessado em alternativas fora das festividades do carnaval. Este ano, foi incorporado o Movimento Elefantes, das bandas de sopro (orquestras ou big bands).

 

O Sesc Pinheiros traz uma alternativa no carnaval para quem quer curtir instrumental e jazz desde este sábado, 5, com Big Bang da Santa e Grupo Comboio. A partir deste domingo, 6, se apresentam a Banda Urbana, O Projeto Meretrio 2, Projeto Coisa Fina e Soundscape Big Band e Guga Stroeter & Hb Big Band e Banda Savana.

 

Com apresentação grátis marcada para este domingo, 6, às 16h, o Projeto Meretrio mostra a continuidade do trabalho do Meretrio com os músicos Emiliano Sampaio (guitarra), Gustavo Boni (baixo) e Luís André Gigante (bateria). A princípio formado pelo 'power trio', o grupo resolveu incorporar mais seis instrumentistas de sopro.

 

A Banda Urbana faz show grátis neste domingo, 6, às 18h. Além das influências das Bandas Savana e Mantiqueira, Thad Jones e Maria Schneider, seu repertório traz ainda Chico Buarque, Gilberto Gil, Djavan, Garoto e Luis Bonfá.

 

Na segunda-feira, 7, às 18h, é a vez do Projeto Coisa Fina e Soundscape Big Band. O Projeto Coisa Fina foi iniciado pelo saxofonista Daniel Nogueira e pelo contrabaixista Vinicius Pereira com o objetivo de difundir a música de grandes compositores. Depois de uma pausa de 20 minutos, a Soundscape Big Band mostra toda sua afinidade com as "big bands". Os ingressos vão custar entre R$ 4 e R$ 16.

 

A terça-feira no Sesc Pinheiros terá três atrações às 18h. Guga Stroeter & Hb Big Band entram primeiro, após 20 minutos a Banda Savana, que busca trazer à tona as raízes da cultura brasileira. Seu CD de lançamento Brasilian Movements, foi uma produção independente editada na Escandinávia. As entradas custam entre R$ 4 e R$ 16.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.