Sesc abre vitrine para a música independente

Basta ligar o rádio para constatar que 90% das FMs apresentam uma programação quase idêntica. Estagnação na produção musical? Não mesmo. Há novos grupos e músicos fazendo trabalhos diferentes, mas falta divulgação. Para aproximar o público destes novos nomes, começa amanhã o Primeiro Encontro da Música Independente, no Sesc Pompéia, que vai até domingo.O evento vai reunir empresários brasileiros que atuam no setor da música independente, selos pequenos e artistas ainda desconhecidos do público. A programação conta com palestras abertas ao público, shows e venda de discos.A idéia de reunir os representantes da área é do produtor musical e dono do selo Tinitus, Pena Schmidt, que fundou, neste ano, a Associação Brasileira de Música Independente (ABMI).Schmidt explica que o encontro também tem como objetivo aproximar os donos dos selos, que sofrem com o mesmo tipo de problema. "Todos têm dificuldades com distribuição e mídia, já que as grandes gravadoras têm muito mais dinheiro para divulgar o trabalho dos artistas".De amanhã a sábado haverá palestras pela manhã (das 10h às 12h) e à tarde (horários variados). Nas quatro noites (a partir das 21h) há shows programados.Amanhã, as palestras são de Política Cultural e Indústria Independente. Irão se apresentar o violonista Ulisses Rocha (Azul Music), o saxofonista Teco Cardoso (Núcleo Contemporâneo), o cantor e compositor Vicente Barreto (Jam), a cantora de MPB Juliana Amaral (Lua Discos), os grupos de World Music Mawaca (MCD), de pop Mo´Jama (YBrazil), de hip hop Veiga e Salazar (ST2) e o DJ Mad Zoo (Trama). Na sexta-feira, os debates são sobre Tecnologia e Música, e Grammy Latino.Os shows são do pianista e baixista Cláudio Dauelsberg (Visom), da cantora de pop Vange Millet (Elo), dos grupos instrumentais Sergio Rossoni (Zabumba) e Aquilo Del Nisso (Zabumba) e do grupo de samba de raiz Quinteto em Branco e Preto (Rob Digital).No sábado, as discussões serão sobre Direitos e Licenças e As Novas Gravadoras. Os artistas que vão se apresentar são o solista de contrabaixo Célio Barros (PMC), o cantor de MPB Paulo Padilha (Dabliú), a cantora de MPB Virginia Rosa (Lua Discos) e o grupo de pop rock Cabruera (Nikita Music).No domingo, quem abre a programação de espetáculos é o DJ Marcelinho (Trama), seguido pelo grupo de étnico eletrônico Mantrapop (MCD), o cantor de MPB de raiz Nilson Chaves (Outros Brasis), o quarteto instrumental Tibô Delor (Maritaca) e o cantor e violonista Madan (Dabliú).Primeiro Encontro da Música Independente, no Sesc Pompéia, Rua Clélia, 93, tel.: 3871-7700. Ingressos: As palestras são gratuitas e os shows custam R$ 10 e R$ 5 para estudantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.