Instagram/@selenagomez
A cantora Selena Gomez. Instagram/@selenagomez

Selena Gomez anuncia lançamento de álbum deluxe com músicas inéditas; ouça prévia

Três canções novas estão na versão deluxe de ‘Rare’, disponível na quinta-feira; parte das vendas será revertida para combate ao coronavírus

Camila Tuchlinski, O Estado de S.Paulo

07 de abril de 2020 | 10h12

Selena Gomez não conteve a emoção ao compartilhar com os seguidores, nas redes sociais, a data do lançamento da versão deluxe do álbum Rare, que ocorrerá nesta quinta-feira, 9. “Muitos de vocês sabem o quão animada estava para lançar uma música chamada Boyfriend. É uma música alegre sobre se afundar e se reconstruir de novo e de novo no amor, mas também sobre saber que você não precisa de ninguém além de si mesma para ser feliz”, publicou no perfil oficial no Instagram nesta segunda-feira, 6.

Selena Gomez também explica que a música foi escrita muito antes da pandemia do novo coronavírus e que o trabalho não está em primeiro lugar na lista de prioridades da vida dela. 

“Escrevemos isso bem antes da crise atual, mas acho no contexto de hoje que eu quero ser clara: Boyfriend não está nem perto do topo da minha lista de prioridades. Como o restante do mundo, estou rezando por segurança, união e recuperação durante essa pandemia”, declarou.

Na sequência, a cantora disse que vai doar parte da verba que arrecadar com o novo álbum para a luta contra o covid-19. “Vou doar pessoalmente para o Fundo de Recuperação do covid-19 e doarei também US$ 1 de cada venda em minha loja oficial a partir de agora. Rare (Deluxe), com Boyfriend, sai no dia 9 de abril”, contou.

Além da canção, duas faixas inéditas estarão no trabalho, como She e Souvenir. Nas plataformas de streaming, é possível conferir uma prévia do álbum; clique aqui.


Receba no seu email as principais notícias do dia sobre o coronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Caco Ciocler cria ‘Lista Fortes’ para exaltar empresas que fizerem doações para combater coronavírus

Ator abre mão de cachê para promover empresários que ajudarem na luta contra pandemia; entenda

Camila Tuchlinski, O Estado de S.Paulo

30 de março de 2020 | 10h21

Caco Ciocler dediciu abrir mão do cachê para divulgar empresas que destinarem parte significativa dos lucros obtidos em 2019 para o combate ao novo coronavírus no Brasil. O ator, que interpretou o médico Paulo na série Unidade Básica, do canal Universal, em 2016, gravou um vídeo em que se compromete a promover as marcas que entraram para a chamada ‘Lista Fortes’.

“Eu, Caco Ciocler, me comprometo a disponibilizar minhas redes sociais para divulgar toda e qualquer marca que aceitar investir parte significativa do seu lucro do ano passado para alguma ajuda social de impacto para esse momento de dificuldade que enfrentamos. E você, topa?”, afirmou.

Caco já havia gravado uma declaração convocando os grandes empresários a fazer a doação para construção de hospitais, aquisição de equipamentos como respiradores e máscaras aos médicos, ou envio de cestas básicas para quem necessita, e a constituírem a ‘Lista Fortes’, nome dado ao movimento, em uma alusão a chamada ‘Lista Forbes’. Internautas estão comentando com a hashtag #ListaFortes.

O ator também convidou artistas e influenciadores digitais que o seguem a fazer o mesmo: dar visibilidade para as empresas que estão colaborando no combate ao novo coronavírus.

“Agora, vou chamar a responsabilidade para nós. Pode ser um bom negócio para os empresários. De ontem para hoje, o vídeo que eu fiz, só no Instagram, teve mais de 105 mil visualizações. Isso que eu tenho 370 mil seguidores. Tem alguns colegas que têm mais do que isso. Estou me comprometendo a absolutamente de graça colocar minhas redes sociais a disposição para divulgação de toda e qualquer marca que aceite entrar nessa campanha da ‘Lista Fortes’ e doar parte significativa dos seus lucros”, disse.

Assista ao vídeo:

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Convocações aos artistas e influenciadores

Uma publicação compartilhada por Caco Ciocler (@cacociocler) em

 

Depois da publicação de Caco Ciocler, diversas empresas aderiram a ‘Lista Fortes’, como o Magazine Luiza, que decidiu fazer uma doação de R$ 10 milhões ao combate ao novo coronavírus. “Começou! Obrigado, Luiza Trajano. Passando o sufoco, todo mundo comprando na Magazine Luiza”, convocou o ator.

Instituições financeiras como Itaú Unibanco, Bradesco e Santander, a Cacau Show, o Grupo Zaffari e as Lojas Renner também prometem participar fazendo doações em dinheiro, como conta Caco Ciocler no perfil oficial dele no Instagram. 

Já a Decathlon, empresa de artigos esportivos, decidiu doar todo o estoque disponível do modelo de máscara easybreath. “Após adaptações por especialistas, o produto poderá ser utilizado como respirador em hospitais”, afirma os responsáveis pela marca. A Hering se comprometeu a confeccionar uma série de uniformes aos agentes de saúde. A Ortobon disse que vai doar mais de três mil colchões para leitos de hospitais que recebem doentes. 

No vídeo que fez quando criou a ‘Lista Fortes, Caco Ciocler usou como exemplo uma camiseta que estava vestindo, com uma fita crepe colada por cima da marca. “Olha aqui, escondi de propósito uma marca que poderia divulgar”, disse.

A publicação do ator teve adesão de diversas personalidades, como a atriz Letícia Sabatella: “No que eu puder ajudar! Os Verdadeiramente Fortes podem contar comigo. Serão divulgados e bem lembrados” prometeu. Os atores Julia Lemmertz, Armando Babaioff e Thais Belchior também aceitaram publicar a iniciativa em suas redes sociais. Fãs de Caco Ciocler também disseram que vão dar preferência ao consumo em lojas que aceitarem participar da campanha de combate ao novo coronavírus.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Governo lança plataforma para registrar doações de enfrentamento ao coronavírus

Ator abre mão de cachê para promover empresários que ajudarem na luta contra pandemia; entenda

Camila Tuchlinski, O Estado de S.Paulo

30 de março de 2020 | 10h21

Caco Ciocler dediciu abrir mão do cachê para divulgar empresas que destinarem parte significativa dos lucros obtidos em 2019 para o combate ao novo coronavírus no Brasil. O ator, que interpretou o médico Paulo na série Unidade Básica, do canal Universal, em 2016, gravou um vídeo em que se compromete a promover as marcas que entraram para a chamada ‘Lista Fortes’.

“Eu, Caco Ciocler, me comprometo a disponibilizar minhas redes sociais para divulgar toda e qualquer marca que aceitar investir parte significativa do seu lucro do ano passado para alguma ajuda social de impacto para esse momento de dificuldade que enfrentamos. E você, topa?”, afirmou.

Caco já havia gravado uma declaração convocando os grandes empresários a fazer a doação para construção de hospitais, aquisição de equipamentos como respiradores e máscaras aos médicos, ou envio de cestas básicas para quem necessita, e a constituírem a ‘Lista Fortes’, nome dado ao movimento, em uma alusão a chamada ‘Lista Forbes’. Internautas estão comentando com a hashtag #ListaFortes.

O ator também convidou artistas e influenciadores digitais que o seguem a fazer o mesmo: dar visibilidade para as empresas que estão colaborando no combate ao novo coronavírus.

“Agora, vou chamar a responsabilidade para nós. Pode ser um bom negócio para os empresários. De ontem para hoje, o vídeo que eu fiz, só no Instagram, teve mais de 105 mil visualizações. Isso que eu tenho 370 mil seguidores. Tem alguns colegas que têm mais do que isso. Estou me comprometendo a absolutamente de graça colocar minhas redes sociais a disposição para divulgação de toda e qualquer marca que aceite entrar nessa campanha da ‘Lista Fortes’ e doar parte significativa dos seus lucros”, disse.

Assista ao vídeo:

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Convocações aos artistas e influenciadores

Uma publicação compartilhada por Caco Ciocler (@cacociocler) em

 

Depois da publicação de Caco Ciocler, diversas empresas aderiram a ‘Lista Fortes’, como o Magazine Luiza, que decidiu fazer uma doação de R$ 10 milhões ao combate ao novo coronavírus. “Começou! Obrigado, Luiza Trajano. Passando o sufoco, todo mundo comprando na Magazine Luiza”, convocou o ator.

Instituições financeiras como Itaú Unibanco, Bradesco e Santander, a Cacau Show, o Grupo Zaffari e as Lojas Renner também prometem participar fazendo doações em dinheiro, como conta Caco Ciocler no perfil oficial dele no Instagram. 

Já a Decathlon, empresa de artigos esportivos, decidiu doar todo o estoque disponível do modelo de máscara easybreath. “Após adaptações por especialistas, o produto poderá ser utilizado como respirador em hospitais”, afirma os responsáveis pela marca. A Hering se comprometeu a confeccionar uma série de uniformes aos agentes de saúde. A Ortobon disse que vai doar mais de três mil colchões para leitos de hospitais que recebem doentes. 

No vídeo que fez quando criou a ‘Lista Fortes, Caco Ciocler usou como exemplo uma camiseta que estava vestindo, com uma fita crepe colada por cima da marca. “Olha aqui, escondi de propósito uma marca que poderia divulgar”, disse.

A publicação do ator teve adesão de diversas personalidades, como a atriz Letícia Sabatella: “No que eu puder ajudar! Os Verdadeiramente Fortes podem contar comigo. Serão divulgados e bem lembrados” prometeu. Os atores Julia Lemmertz, Armando Babaioff e Thais Belchior também aceitaram publicar a iniciativa em suas redes sociais. Fãs de Caco Ciocler também disseram que vão dar preferência ao consumo em lojas que aceitarem participar da campanha de combate ao novo coronavírus.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.