Eduardo Munoz/ Reuters
Eduardo Munoz/ Reuters

Seguindo tendência, Mick Fleetwood, do Fleetwood Mac, vende seu catálogo para a BMG

Bob Dylan, Neil Young e Shakira também fizeram recentemente acordos de direitos autorais

Reuters, Redação

15 de janeiro de 2021 | 08h00

O inglês Mick Fleetwood se tornou o último de uma série de músicos do rock a fazer dinheiro com seu catálogo ao concordar nesta quinta-feira, 14, em vendê-lo para a gigante da indústria fonográfica BMG. 

O acordo dá à BMG, que é de propriedade do conglomerado de mídia alemão Bertelsmann AG, uma participação dos royalties de mais de 300 gravações, entre elas Dreams e Go Your Own Way, dois dos maiores sucessos do Fleetwood Mac, banda que ele ajudou a fundar em 1967. 

Os artistas Bob Dylan, Neil Young e Shakira também fizeram recentemente acordos de direitos autorais enquanto a popularidade dos serviços de streaming garante que suas músicas possam chegar a novos públicos.

Fleetwood, de 73 anos, apareceu na rede social TikTok no ano passado após recriar sua própria versão de um vídeo viral no qual um skatista cantava a música Dreams, do ábum Rumours, de 1977, um dos mais vendidos da história. 

"Esse é um casamento maravilhosamente inspirador entre dois parceiros criativos que entendem todos os aspectos do negócio", disse Fleetwood em nota.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.