Secretário de Segurança critica show dos Stones na praia

O secretário de Segurança Pública do Rio, Marcelo Itagiba, afirmou há pouco que a praia de Copacabana "não é o local mais apropriado" para a realização do show dos Rolling Stones, que acontecerá no sábado. O público esperado é de mais de um milhão de pessoas. A afirmação foi feita durante a divulgação do esquema de policiamento do evento. De acordo com a secretaria, 15.610 policiais militares trabalharão em todo o Estado, dos quais 2.050 na orla de Copacabana.Preparativos par o show dos Rolling StonesSegundo o esquema para o dia do show dos Rolling Stones divulgado pela subsecretária municipal de eventos Ana Rosa Maia, o plano é parecido com o adotado durante o Réveillon. A CET-Rio vai fechar os acessos a Copacabana a partir das 15 horas do Sábado. Só vai entrar no bairro quem tiver autorização especial, nem os moradores vão passar. O conselho dos organizadores é que o público se utilize dos transportes coletivos. - Os ônibus das linhas que vão para Copacabana terão o adesivo do evento.- Carros estacionados irregularmente serão rebocados para o 23ºPM(Leblon). Será proibido o estacionamento de ônibus em Botafogo, Leme, Copacabana, Ipanema, Leblon e Lagoa a partir do primeiro minuto da amanhã. Ônibus de turismo deverão usar os estacionamentos do Teleporto(200 vagas) e da Quinta da Boa Vista(400 vagas). - Haverá 380 homens da guarda municipal em volta do palco e em vias de acesso á praia de Copacabana, além de postos médicos e duas tentas para crianças perdidas.- 35 guardas atuarão em apoio aos fiscais da Diretoria de Controle Urbano, que mobilizará cem agentes para impedir o acesso de ambulantes à orla.- A orientação é não levar garrafas de vidro.- Haverá três postos de atendimento médico, um na altura do Copacabana Palace, outro próximo a praia do Lido e outro perto da rua Anchieta, no leme.- 12 ambulâncias, 20 médicos, dez enfermeiros e 20 auxiliares de enfermagem estarão no local a partir das 18 horas até o fim do show- A cada 200 serão montados postos com guarda-vidas entre o leme e Copacabana Palace. Haverá cem guarda-vidas 40 de dia e 60 à noite.- 600 bombeiros estarão no local com três ambulâncias - A Capitania dos Portos destacou 120 homens para cuidar do excesso de barcos. Um navio de médio porte e outras embarcações controlarão o tráfego marítimo no trecho. As embarcações terão que respeitar a distância mínima de 200 metros da praia. O excesso de passageiros também será verificado.- Serão mobilizados cerca de 10 mil PMs. 3 mil na área do show e o restante nas vias de acesso como linhas vermelha, amarela e avenida Brasil. - A polícia civil montará um módulo central onde funcionará um Juizado Especial Criminal, para casos menos graves. Lá estarão dois peritos.- Os efetivos do 12º (Copacabana) e 13º (posto 6) serão dobrados.- Estarão na praia homens da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE), Delegacia de Atendimento ao Turista (Deat) e da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA)

Agencia Estado,

15 de fevereiro de 2006 | 17h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.