Erika Goldring/Getty Images
Erika Goldring/Getty Images

Saxofonista Lee Konitz morre aos 92 anos, vítima do novo coronavírus

Músico que tocou com Miles Davis estava internado em um hospital em Nova York

Redação, O Estado de S.Paulo

16 de abril de 2020 | 10h33

O saxofonista de jaz Lee Konitz morreu ontem, 15, vítima de coronavírus. O músico estava internado em um hospital em Nova York, nos Estados Unidos. As informações foram confirmadas pelo seu filho, Josh Konitz.

O artista ficou conhecido por um estilo mais livre e a improvisação musical nos ano 1960, tornando-se um dos nomes mais influentes no gênero bebop, do jazz.

Konitz iniciou sua carreira em orquestras e seguiu solo a partir de 1949, com o álbum Subconscious-Lee, lançado em 1955. Em sua carreira, o músico participou de mais de 150 discos, entre eles Birth of The Cool, liderado por Miles Davis

O jazz sofre com mais uma baixa. Em março, o saxofonista Manu Dibango morreu aos 86 anos, vítima do novo coronavírus.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.