São Paulo entrega o prêmio Carlos Gomes

Foram entregues na noite de segunda-feira, em cerimônia noAuditório Ibirapuera, os troféus aos vencedores da 11.ª edição doPrêmio Carlos Gomes de Música Erudita. A única ausência foi asoprano Eliane Coelho, que, impossibilitada de viajar ao Brasildevido a compromissos profissionais na Europa, foi representadapelo pesquisador Sérgio Casoy. Eliane, que interpretou o papel principal da ópera LaGioconda no Municipal de São Paulo e no Teatro Amazonas, foiescolhida pelo júri o destaque vocal feminino. Entre os homens,o destaque foi o baixo-barítono Stephen Bronk. A pianista SoniaRubinsky, radicada em Paris, veio ao Brasil especialmente parareceber o prêmio de melhor pianista. O violoncelista FábioPresgrave falou em nome do Quarteto Camargo Guarnieri, eleito omelhor conjunto de câmara. José Mindlin subiu ao palco parareceber, em nome da Sociedade de Cultura Artística, o prêmio deconcerto do ano conferido à apresentação do conjunto francês LesMusiciens du Louvre. Carlos Moreno recebeu, em nome da Sinfônica da USP, daqual é diretor, o prêmio de melhor orquestra. Também estiverampresentes à premiação o violinista Cláudio Cruz, melhorinstrumentista, e o compositor André Mehmari, prêmio revelação. Vicente Amato recebeu pelo Teatro São Pedro o prêmio dacategoria Universo da Ópera, dividido com Cléber Papa, produtordo Festival do Theatro da Paz, em Belém. José Barbosa e LuizArnaldo Milanese receberam, pela Petrobrás e pelo Bradesco Prime o prêmio destinado a patrocinadores. A soprano Niza de CastroTank recebeu o Troféu Guarany pelo reconhecimento à divulgaçãoda obra do compositor Carlos Gomes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.