Divulgação
Divulgação

Sambistas paulistas homenageiam Plínio Marcos neste final de semana

Kiko Dinucci comanda show de relançamento do disco 'Plínio Marcos em Prosa e Samba', com participação de Silvio Modesto

Paula Carvalho - estadão.com.br,

29 de setembro de 2012 | 07h00

SÃO PAULO - Para celebrar os 77 anos do dramaturgo Plínio Marcos, morto há quase treze anos, Kiko Dinucci, Juçara Marçal, Thiago França, Rodrigo Campos e Marcelo Cabral receberão Silvio Modesto, um dos Pagodeiros da Pauliceia, para o show de relançamento de Plínio Marcos em Prosa e Samba. O encontro acontece neste sábado, 29, e domingo, 30, no Itaú Cultural, com entrada gratuita.

Originalmente gravado em 1974, o disco marcou a aproximação definitiva entre teatro e samba em São Paulo, narrando histórias de Geraldo Filme, Zeca da Casa Verde e Toninho Batuqueiro. Junto a Modesto, Talismã e Jangada, formavam os Pagodeiros da Pauliceia, fazendo shows com Plínio desde 1970.

Modesto também atuou nas peças Balbina de Iansã e Noel Rosa, o Poeta da Vila e seus Amores com o diretor, que arranjou o seu primeiro emprego com carteira assinada em São Paulo, como ator no Sesi.

"Eu fiquei praticamente 8 anos nesse emprego, e foi quando deu para almoçar e jantar todos os dias. Foi uma época muito difícil: a gente tocava na noite, no Bexiga, em jograis. Era tocar num dia para ter comida no dia seguinte", relembra Silvio. Segundo o sambista, a relação do teatro com o cinema foi de certa forma fomentada pela censura. Como os textos de teatro eram barrados mesmo antes da montagem das peças, "fazer música era um modo de continuar lutando contra a ditadura de forma mais lírica", comenta.

No show, a banda dirigida por Kiko Dinucci fará releituras das 13 músicas de Prosa e Samba. O cenário terá projeções do artista uruguaio Fernando Velasquez a partir do documentário sobre a vida de Geraldo Filme, dirigido por Carlos Cortez. As imagens serão mescladas à voz de Plínio, que narra todo o disco.

Show de lançamento do CD Plínio Marcos em Prosa e Samba

Itaú Cultural - Avenida Paulista, 149, Estação Brigadeiro do Metrô

Dias 29 e 30 de setembro de 2012 (sábado e domingo), às 20h

Classificação: livre

Entrada franca (retirar ingresso com 30 minutos de antecedência)

 
Tudo o que sabemos sobre:
Plínio Marcos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.