Samba de norte a sul em dois eventos em SP

Do ritmo que o brasileiro tomou como identidade nacional até hoje não se sabe com precisão como, quando e onde começou. Para onde vai, então, nem se fala. Plural e mutante como a raça que o inventou e lhe deu cor, o samba assimila o novo com a facilidade com que induz à dança. Uma boa amostragem dessa diversidade, que corre o mapa de Porto Alegre a São Luís do Maranhão, pode ser apreciada a partir de hoje e até o dia 15 no projeto Sotaques do Samba, que reúne, no Sesc Vila Mariana, 14 atrações de sete Estados. A gaita gaúcha de Renato Borghetti, o balanço guitarreiro de Luís Vagner e do Trio Mocotó, a tradição do choro de Hamilton Holanda, a malícia baiana de Riachão, o folclore maranhense incorporado por Antônio Vieira, os recursos eletrônicos utilizados pela paulista Andrea Marquee e pelo pernambucano Otto - tudo cabe nessa roda. Mais específicos, outros dois projetos no Sesc Pompéia dão uma geral nas antigas e novas gerações do samba carioca, complementando o círculo. Hoje e amanhã, Wilson das Neves, Nelson Rufino e Walter Alfaiate encerram o Samba da Gema na choperia. A partir de quinta-feira, os novatos mostram a que vieram em Da Lapa de lá pra Lapa de cá. A atração de abertura é a Banda da Glória. Um dos nomes mais festejados do elenco é Teresa Cristina, cantora refinada, da linhagem de Paulinho da Viola, a quem homenageou com um ótimo CD duplo no ano passado. A predominância de clássicos no repertório de todos os participantes e a formação instrumental tradicional denotam que a volta ao samba de raiz, delineada há cerca de três anos, é tendência crescente.Sotaques do Samba - Sesc Vila Mariana: rua Pelotas, 141, tel.: 5080-3000. Hoje e amanhã, às 21h; domingo às 18h. De R$ 7,50 a R$ 20.Da Lapa de Lá pra Lapa de Cá - Sesc Pompéia: rua Clélia 93, tel.: 3871-7700. Estréia prevista para a próxima quinta-feira.

Agencia Estado,

06 de fevereiro de 2004 | 15h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.