Sai nova edição da famosa ´bíblia´ do disco de vinil raro

Desde a semana passada, nove discos devinil brasileiros passam a integrar um seleto clube depreciosidades que reúne 1,2 mil discos raros de todos osrecantos do planeta. Essas "bolachas" têm um preço mínimo de 76euros e podem ultrapassar os 1 mil euros (cerca de R$ 2,5 mil).Trata-se da nova edição da famosa "bíblia" do vinil raro, olivro Record Collector Dreams", que mapeia mundo afora, do Irãà Eslovênia, da Turquia à Argentina, do Brasil à Tailândia,raros álbuns originais de rock psicodélico, garage rock e folkeditados a partir dos anos 60. O catálogo, um trabalho do austríaco Hans Pokora e deuma centena de colaboradores de todos os cantos do mundo, é amaior referência mundial de colecionadores. É atualizado detempos em tempos, sem periodicidade definida, e só pode sercomprado pela caixa postal de Hans na Áustria (Hans Pokora, P. O Box 44 - A - 1037 , Viena, Áustria). Esse é o quinto livro dasérie. Os novos discos brasileiros que foram escolhidos paraintegrar o clube estão num lote enviado à Áustria pelocolecionador paulistano Luiz Antônio Torge, engenheiro civil de49 anos. Torge é contrário à divulgação maciça dessasDescobertas. "Estraga tudo. Tem coisa que não vale nada e o carapõe lá em cima, imaginando que vale muito", reclama. Há discosno pacote que o próprio Torge não conhecia. Por exemplo: o álbumda banda Phantons, Ye Ye Ye, de 1966. Ou o disco da cantoraJoyce, de 1972, com Nelson Ângelo. Togue conta que já chegou a pagar R$ 1,8 mil por umdisco de vinil. Mas também já achou o mesmo disco num sebo porR$ 7. Hans Pokora se queixa que os leilões online de vinil estãoacabando com o charme da atividade. "O que era divertido eram osencontros entre colecionadores." British rockO rock britânico é um claro objeto deinteresse do caçador de raridades austríaco Hans Pokora. Na novaedição da sua bíblia do colecionador, o Record Collector Dreams, ele dedica 58 páginas ao british rock, ediçõesoriginais raras de Yardbirds, Rolling Stones, Beatles, Them, atébandas obscuras como The Crescendoes, Deejays, Les Denvers,Woody Kern. O disco que Pokora considera mais raro é The LoveCycle, dos Forever Ambers, de 1969. Quase todos os seuspreferidos são britânicos, exceto o álbum Come and Have SomeTea, do grupo americano Tea Company, e The Cooperville Times,de John & Philipa Cooper, da Zâmbia. Entre os novos álbuns brasileiros que ele inclui na sualista, o mais raro é o obscuro álbum Nelson Angelo & Joyce, de1972. Valeria, segundo a cotação do catálogo, entre 180 e 330euros (de R$ 478 a R$ 877). A Joyce do disco é a hoje famosa mãe de Clara e Ana,que fez sucesso nos festivais, e o álbum é seu único registroprofissional na primeira metade da década de 1970. A carreira deJoyce começa em 1963, quando ela participou da gravação deSambacana, de Pacífico Mascarenhas, a convite de RobertoMenescal, segundo informações do Dicionário Cravo Albin deMúsica Popular. Em 1967, Joyce classificou a canção Me Disseram no 2ºFestival Internacional da Canção. Em 1968, lançou o primeirodisco-solo, Joyce, que tinha texto de apresentação de Viniciusde Moraes. Em 1969, gravou o segundo disco, Encontro Marcado.Mas, no início dos anos 1970, Joyce integrou o grupo A Tribo, aolado de Nelson Angelo, Novelli, Toninho Horta e Naná Vasconcelos Os mais conhecidos entre os novos integrantes do clubedo vinil raro brasileiro são Rita Lee e Renato e seus Blue Caps,respectivamente, com os álbuns originais Hoje É o Primeiro Diado Resto de Sua Vida(1972) e Um Embalo com Renato e Seus BlueCaps(1966). "São discos de artistas conhecidos, mas encontrar aedição original em vinil é embaçado", resume o colecionador LuizAntonio Torge. A cantora Denise Emmer Dias Gomes Gerhardt, filha dosdramaturgos Janete Clair e Dias Gomes, entrou no lote com umdisco que gravou em 1982. Canto Lunar foi lançado pela RGEnuma época em que Denise já era destaque pelas trilhas denovelas (como Assim na Terra como no Céu).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.