Sai CD com músicas de Macalé e Waly Salomão

No início dos anos 70, imediatamente após a Tropicália, o compositor Jards Macalé e o poeta Waly Salomão traduziram em canções o desbunde e o desespero que tomou conta dos órfãos de Caetano Veloso e Gilberto Gil, então exilados pela ditadura militar. Criaram verdadeiros hinos, como Vapor Barato e Mal Secreto, boa parte deles gravada por Gal Costa e agora regravada no CD Real Grandeza, numa homenagem póstuma a Salomão, morto em maio de 2003. O lançamento será hoje, com show, no Circo Voador.Entre os convidados, Adriana Calcanhotto, que vai cantar o samba Anjo Exterminador Luiz Melodia, a suingada Negra Melodia, e Roberto Frejat divide a tristonha Mal Secreto com Macalé, que também vai cantar sambas novos e antigos. Há também a presença do grupo Vulgue Tolstoi em Vapor Barato, e do coro As Gatas em Pontos de Luz. No disco há ainda Bethânia em Berceuse Criolle e a voz do próprio Salomão na faixa de abertura, Olhos de Lince.No show será exibido um documentário sobre Macalé, dirigido por Marcos Abujamra e João Pimentel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.