Rosa Passos canta Gil, Djavan e João Bosco

A cantora, compositora e violonista baiana Rosa Passos visitará Djavan, João Bosco e Gilberto Gil em São Paulo. Composições desses três autores estão reunidas em Azul, último disco dela, que intrepretará pela última vez o repertório desse álbum na cidade.Ela faz show de hoje a domingo, no Supremo Musical, acompanhada de Fábio Torres (piano), Paulo Paulelli (baixo), Marcus Teixeira (guitarra), Celso de Almeida (bateria) e Daniel (trompete). "Vou fazer essa despedida na capital porque já toquei muito esse repertório aqui. Mas devo fazer esse show ainda em outras capitais e talvez em cidades do interior paulista", explica a cantora. "São três compositores de que eu gosto muito e por isso senti vontade de reuní-los em um mesmo CD."Da obra de cada um dos artistas, Rosa escolheu uma fase diferente. "Gosto muito dos sambas do Gil, do lado caribenho do Bosco e das baladas do Djavan", diz. Recorrentemente rotulada de "João Gilberto de saias", ela quis gravar Azul para mostrar um outro lado de sua formação musical."O João é meu ídolo e respeitado no mundo inteiro. Embora a comparação seja uma honra, é também uma responsabilidade muito grande", diz. "Mas eu não sou só bossanovista e esse disco mostra um pouco da minha versatilidade."Em 2003, a compositora levará o repertório de Azul para Europa. Em janeiro, se apresentará na Espanha e na França e em abril na Rússia. Em seguida, nos meses de abril, maio e junho, ela continuará viajando por vários países para se apresentar na companhia do pianista César Camargo Mariano. "Fui convidada por ele para fazer uma série de shows que farão um apanhado de toda a minha carreira."Rosa Passos, de hoje até domingo, às 22h, no Supremo Musical (R. Oscar Freire, 1000. Tel. 3062-0950). R$ 30,00.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.