Reprodução
Reprodução

Rolling Stones podem fazer turnê, mas curta

Banda está sendo assediada pelas principais empresas do show biz mundial

Jotabê Medeiros, O Estado de S.Paulo

01 de junho de 2012 | 22h31

Os Rolling Stones estão sendo avidamente assediados pelas principais empresas do show biz mundial (Live Nation, AEG e outras) para fechar uma turnê mundial no ano que vem, mas permanecem reticentes.

Poderiam fechar no máximo umas 30 datas em 2013, e analisam as possibilidades. O produtor da banda, Michael Cohl, disse que está buscando harmonizar o desejo do grupo com as propostas. Segundo informou em março a revista Rolling Stone, eles não querem viajar por causa da saúde de Keith Richards, que enfrenta sequelas de uma batida que sofreu na cabeça em 2006.

“Não temos pressa porque não precisamos ter”, disse Richards, que também aventou a possibilidade de Bill Wyman juntar-se novamente ao grupo nessa excursão. Em dezembro, o grupo também esteve em estúdio gravando e pesquisando novas composições.

Os Rolling Stones pretendem lançar em 12 de julho na Inglaterra um álbum de fotos para marcar sua primeira turnê, em 1963. O volume, batizado de The Rolling Stones: 50, trará 700 fotos e frases da banda ao longo de sua história.

FOTO: Balanço. Formação foi sendo mudada desde os anos 1960 e agora Wyman pode voltar 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.