REUTERS|Luke MacGregor|File photo
REUTERS|Luke MacGregor|File photo

Rolling Stones pedem que Trump pare de usar suas músicas em campanha

Comício do candidato republicano usou a canção 'You Can't Always Get What You Want' sem autorização da banda

Reuters

05 de maio de 2016 | 08h39

LOS ANGELES - A banda Rolling Stones pediu nesta quarta-feira, 4, ao provável candidato presidencial republicano, Donald Trump, para parar de usar a música deles em sua campanha, após artistas como Adele e R.E.M. terem feito o mesmo pedido.

"Os Rolling Stones nunca deram permissão para a campanha Trump usar suas músicas e solicitaram que encerrem o uso imediatamente", disse o porta-voz da banda em um comunicado.

Um representante da campanha de Trump não respondeu a um pedido de comentário.

Antes de um comício em Carmel, Indiana, na terça-feira, a campanha de Trump tocou a música de 1969 dos Rolling Stones You Can't Always Get What You Want pelo menos quatro vezes.

Além de músicas pop e rock, a campanha Trump também utiliza musicais da Broadway e ópera antes dos comícios.

Mais conteúdo sobre:
Rolling StonesDonald TrumpAdele

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.