Roger Waters homenageia vítimas de guerra em turnê

Não se trata de um marco conhecido por muitos, mas 30 anos, 9 meses e 16 dias se passaram desde que o Pink Floyd deu início a uma turnê mundial em Los Angeles para promover o álbum "The Wall".

REUTERS

30 de novembro de 2010 | 21h42

O mentor do projeto, Roger Waters, relembrou o momento histórico durante seu retorno à cidade na segunda-feira, que coincidiu com o 31o aniversário do lançamento do álbum, na Grã-Bretanha.

Como a turnê de 1980 exigiu uma equipe de 80 homens e um custo de quase 1 milhão de dólares, de acordo com a "Hit Men", a banda limitou a turnê multimídia a quatro paradas: Los Angeles, Nova York, Londres e Cologne.

Waters, de 67 anos, que abandonou o Pink Floyd após uma briga com seus colegas de banda nos anos 1980, agora não faz nenhuma economia em apresentar "The Wall" para o resto do mundo.

A etapa norte-americana da turnê teve início em 15 de setembro em Toronto, a etapa europeia de três meses começa em Portugal em março, e a parte australiana pode ocorrer em 2011 ou no início de 2012.

Tudo o que sabemos sobre:
MUSICAROGERWATERHOMENAGEM*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.