Fabio Motta/Estadão
Fabio Motta/Estadão

Roger Waters adia turnê e diz: 'se salvar uma vida, vale a pena'

Músico tinha mais de 30 shows marcados nos Estados Unidos e Canadá entre julho e outubro de 2020

Redação, Reuters

29 de março de 2020 | 16h38

Roger Waters, ex-baixista e líder da banda britânica Pink Floyd, anunciou na sexta-feira, 27, a suspensão da turnê que o levaria à América do Norte na segunda metade do ano, em meio à epidemia de coronavírus.

Waters, de 76 anos, tinha mais de 30 shows planejados nos Estados Unidos e no Canadá entre julho e outubro.

“Tive que adiar minha turnê THIS IS NOT A DRILL até o próximo ano. Que pena, mas se salvar uma vida, vale a pena”, disse o músico em sua conta no Twitter.

São mais de 670 mil casos confirmados e mais de 28 mil mortes em decorrência do novo coronavírus, segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins deste sábado, 28. No Brasil, 114 mortes e 3.904 casos confirmados em todas as unidades federativas, de acordo com o último boletim do Ministério da Saúde.

Tudo o que sabemos sobre:
coronavírusRoger Waters

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.