Andy Bichanan/AFP
Andy Bichanan/AFP

Rod Stewart admite agressão durante briga em hotel na Flórida

Cantor se declarou culpado por delito punível com multa após ser acusado de bater em segurança no fim de 2019

AFP, O Estado de S.Paulo

18 de dezembro de 2021 | 12h16

O cantor britânico Rod Stewart e seu filho se declararam culpados de agressão em uma altercação com um guarda de segurança na Flórida, disseram os promotores na sexta-feira, 17. Pai e filho, porém, não correm risco de prisão ou multa.

O astro de 76 anos, cantor de Maggie May e muitos outros sucessos, foi acusado de agredir um guarda do lado de fora de uma festa infantil no The Breakers, um hotel de luxo em Palm Beach, na véspera do ano-novo de 2019.

O incidente teria ocorrido quando Stewart, seu filho mais velho, Sean, e outros membros de sua família, incluindo crianças, tiveram o acesso negado à seção infantil do resort.

O cantor, reconhecível por sua voz rouca e cabelos loiros, se declarou culpado na segunda-feira de agressão simples, um delito menor geralmente punível com multa.

No entanto, o juiz descartou processar Stewart e seu filho, então não haverá detenção formal ou qualquer consequência criminal, evitando um julgamento longo e caro para o tribunal.

"Ninguém ficou ferido no incidente e o júri não considerou Sir Rod Stewart culpado da acusação", disse o advogado do cantor, Guy Fronstin, em comunicado à AFP.

"Em vez disso, Sir Rod Stewart optou por se declarar culpado para evitar a inconveniência".

 

Tudo o que sabemos sobre:
Rod Stewart

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.