Mario Anzuoni/Reuters, AP Photo/Chris Pizzello, Scott Roth/Invision/AP e Henry Nicholls/Reuters
Mario Anzuoni/Reuters, AP Photo/Chris Pizzello, Scott Roth/Invision/AP e Henry Nicholls/Reuters

Rock in Rio tem todos ingressos esgotados

Edição que acontece no começo de setembro promete edição histórica após 2 anos de pandemia

Redação, O Estado de S.Paulo

12 de abril de 2022 | 18h11

O Rock in Rio  está com os ingressos esgotados para todos os dias. Nesta edição a Cidade do Rock deve abrigar 700 mil pessoas em 16 espaços, entre elas Espaço Favela, New Dance Order, NAVE, Uirapuru, GamePlay Arena, Rock District, Rock Street, Supernova e Rota 85. O festival está marcado para os dias 2, 3, 4, 8, 9, 10 e 11 de setembro.

 

Os primeiros ingressos esgotados em 12 minutos para o dia 4 de setembro, que tem Justin Bieber como headliner do Palco Mundo. Em seguida, foi a vez de Coldplay, em 27 minutos, Post Malone, em 59 minutos, Dua Lipa, em 1h04, Green Day, em 1h44, e Guns n’ Roses em 4h45. Já nesta terça-feira, foram esgotados os últimos ingressos disponíveis para o dia 2 de setembro, que tem Iron Maiden como principal atração.

 

Em pouco mais de 40 minutos após a abertura da venda de ingressos foram registradas cerca de 1 milhão de pessoas. E se esse dado pode, por alguma razão, parecer pequeno, informações dos organizadores mostram que o ticket médio de compra é de dois ingressos por pessoa. Isso quer dizer que, se o Rock in Rio tivesse naquele momento 2 milhões de ingressos disponíveis para venda, teria abastecido quase três Cidades do Rock.

 

"Não estamos falando apenas de música, mas de volta à vida, de paixão, de reencontro. A vida é muito melhor ao vivo. Não me canso de dizer isso. E as pessoas urgem por este momento. Se a abertura de portas do Rock in Rio já era emblemática para nós, da organização, e para os fãs, que são recebidos de braços abertos e aplaudidos, em 2022 a emoção não caberá no nosso peito. Será uma explosão de felicidade que já pode ser percebida desde já. Muito obrigado aos fãs que dedicaram tempo para estar conosco nesta que será a maior e melhor edição de todas", afirma Roberto Medina, presidente do Rock in Rio.

O festival também atravessou fronteiras e cruzou o oceano. Fãs de outros 31 países, como Canadá, Estados Unidos, Israel, Chile, Inglaterra e Alemanha também adquiram seus ingressos para a edição. “Hoje são milhares de pessoas que acreditam no sonho do Rock in Rio e sonham junto conosco. É por elas que, a cada edição, queremos fazer mais e melhor”, finaliza Medina.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.