Evelson de Freitas/AE
Evelson de Freitas/AE

Rock In Rio tem calor, problemas de som e selinho no Palco Sunset

RIO - A quarta edição do Rock in Rio começou com atraso de 20 minutos no Palco Sunset. O primeiro show da tarde foi o da banda Móveis Coloniais de Acaju com Orquestra Rumpilezz e Mariana Aydar.

Roberta Pennafort e Lucas Nóbile, O Estado de S.Paulo

23 de setembro de 2011 | 18h54

 

O sol está inclemente na Cidade do Rock e a organização do evento tem borrifado o público com água. A fila da roda gigante, instalada no local, esteve quilométrica. Muitos jovens entre 16 e 18 anos são vistos no festival. A censura é de 15 anos. O público, que ainda era pequeno no primeiro show, já é muito maior nesse momento.

 

Problemas no som ocorreram durante toda a primeira apresentação. Os músicos - eram quase 30 no palco - sinalizavam para os técnicos informando que estavam tendo dificuldades.

 

Às 16h10 se iniciou a apresentação de Ed Motta com Rui Veloso e Andreas Kisser. A banda foi formada com 5 guitarras (Veloso e Kisser entre eles), 1 baixo, 1 bateria e Ed Motta nos vocais. O repertório é todo de clássicos do rock, desde os anos 1960.

 

Selinho. As cantoras Bebel Gilberto e Sandra de Sá se emocionaram em sua apresentação no Palco Sunset do Rock in Rio encerrada agora há pouco. As duas eram amigas do compositor Cazuza e dedicaram a ele parte do repertório que incluiu "Ideologia", "Preciso Dizer que Te Amo" e "Brasil".

 

Bebel se descuidou em meio a empolgação e um seio apareceu para delírio do público. As duas chegaram a se beijar na boca, se abraçaram e terminaram o show em lágrimas.

 

O Palco Sunset é o ponto de encontro de artistas de diferentes estilos. O último show desta noite é das bandas The Asteroids Galaxy Tour e The Gift. Ao fim desta apresentação começam os shows no Palco Mundo, cuja abertura será com Paralamas, Titãs, Milton Nascimento, Maria Gadú e Orquestra Sinfônica Brasileira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.