Rock in Rio: Miguel faz shows para hipsters adultos no festival

Pouca adesão, porém, revela que esse não é bem o público do festival

Guilherme Sobota, O Estado de S.Paulo

16 de setembro de 2017 | 22h30

RIO - Miguel fez um show para hispters adultos no Rock in Rio, neste sábado, 16, e a pouca adesão revela que o festival não é bem o lugar deles. Havia muito espaço nas laterais próximas ao palco - a imensa multidão na Cidade do Rock aguardava o garoto Shawn Mendes, no Palco Mundo.

No Sunset, o cantor americano, uma das apostas da curadoria conservadora do Rock in Rio, fez um dos grandes shows do festival. Ele chamou Emicida ao palco e ambos cantaram Oásis, canção que eles fizeram juntos e lançaram há 3 dias. O MC brasileiro também participou de outra música, fazendo um verso de rima a pedido do americano.

Miguel canta sobre temas, digamos, não adequados aos muito jovens fãs de Shawn Mendes: sexo e drogas e muitas vezes o rock and roll que o distancia um pouco de Frank Ocean (a quem ele é comparado), mas o aproxima de Prince (a quem ele também é comparado, e com certa justiça, guardadas as proporções).

"Não quero ser amado, só quero uma rapidinha", diz uma das músicas. "Você gosta de drogas? Eu também", diz outra. E uma outra questiona quantos drinks seriam necessários para que "você saia daqui comigo".

"Fiquei dois dias andando com esse maluco, o moleque é firmeza", garantiu Emicida - e a gente sabe que, aqui na Terra de Vera Cruz, esse é um grande selo de aprovação.

 

Tudo o que sabemos sobre:
MiguelEmicidaRock in Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.