Rock in Rio: Brown é campeão em direitos autorais

Apesar das garrafadas e do show abortado, o músico baiano Carlinhos Brown foi o artista que mais recebeu direito autoral por sua participação no Rock in Rio Por Um Mundo Melhor, em janeiro. O Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad) anunciou hoje pela manhã que Brown, Sting, Gilberto Gil, Humberto Gessinger (dos Engenheiros do Hawaii) e Steve Harris (baixista do Iron Maiden), respectivamente, foram os que mais receberam.O Ecad distribuiu para as sociedades que representam autores e compositores R$ 1,5 milhão, mas não informou quanto cada um recebeu. Segundo o escritório, só no palco principal do evento, o Palco Mundo, foram tocadas 531 músicas que geraram, em direitos autorais, mais de R$ 1,5 milhão.Na distribuição, foram beneficiados 877 titulares de direitos autorais, entre eles 348 estrangeiros. Durante o festival, 450 músicas foram executadas na Tenda Brasil, 338 na Tenda Eletro e 231 na Tenda Raízes. Somando todas as execuções, foram tocadas mais de 1.500 músicas nos dez dias do evento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.