Wilton Júnior/Estadão
Wilton Júnior/Estadão

Rock in Rio: 5º dia foi marcado por mistura de ritmos e presença de hitmakers

Bon Jovi foi escalado para encerrar a noite

O Estado de S. Paulo

23 de setembro de 2017 | 03h00

Num dia em que o Rock in Rio teve que ser questionado se alteraria algo da programação por conta da violência no Rio de Janeiro, o festival renovou uma vocação clara: misturar ritmos brasileiros estimulantes (de Ney, Nação, Alceu, Elba e Baiana System) com rock and roll farofa e donos de megassucessos (Bon Jovi, Tears for Fears).

Você acompanha a cobertura do Estadão aqui pelo site, e também nas redes sociais: FacebookInstagram e Twitter.

A seguir, veja tudo o que rolou nesta sexta-feira, 22, de Rock in Rio:

Bon Jovi faz aquela farofa musical que todo mundo ama

Banda prova que merece liderar a noite do rock radiofônico no festival

Tears For Fears promove um bailão da saudade

Hits nostálgicos embalam o público na terceira atração do Palco Mundo

Hard rock virtuoso e genérico do Alter Bridge agrada o festival

Apresentação faz parte da primeira turnê da banda no Brasil

Ney Matogrosso e Nação Zumbi se anulam em show com músicas dos Secos e Molhados

O cantor e Jorge Du Peixe, vocalista da banda, tiveram performances aquém do esperado

Zico vira comentarista de videogame por um dia 

Ex-jogador foi ao Rock in Rio pela primeira vez

Jota Quest promove 'abraçaço' por dias melhores no festival

Banda abriu as atividades do Palco Mundo

Elba Ramalho entoa primeiro 'Fora, Temer' ao microfone

Cantora fez show ao lado de Alceu Valença e Geraldo Azevedo

BaianaSystem confirma o que a gente já sabia - é o melhor show do Brasil

Banda se apresentou com a angolana Titica

Karaokê coletivo é uma das atrações mais procuradas pelo público

Nomes como Tico Santa Cruz já passaram por lá

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.