Rock and roll recebe o hip-hop em seu Hall da Fama

O rap atravessou gêneros musicais e quebrou barreiras culturais na segunda-feira, 12, quando os primeiros artistas de hip-hop foram recebidos no Hall da Fama do Rock and Roll.Os artistas pioneiros do hip-hop Grandmaster Flash e The Furious Five foram incluídos entre o grupo de artistas de prestígio do Hall da Fama, além dos grupos de rock Van Halen (vários de cujos integrantes estavam ausentes) e R.E.M., a poeta punk rock Patti Smith e o grupo só de mulheres dos anos 1960 The Ronettes.Sobre o palco no hotel Waldorf Astoria, de Nova York, Grandmaster Flash (cujo nome real é Joseph Saddler) apresentou a técnica de riscagem de discos que ajudou a criar, ao lado de Melle Mel do MC, Rahiem, Scorpio e Kid Creole, mixando vários de seus sucessos, incluindo uma versão de Good Times, de Chic, e White Lines, de Melle Mel.No backstage do teatro, Grandmaster Flash disse que se lembrava de um tempo em que "a cultura chamada hip-hop era vista como fenômeno passageiro", mas "eu a chamava de um flash de brilho, se me desculpam o trocadilho". Ele disse que ter seu nome incluído no Hall da Fama era a homenagem máxima.O R.E.M. foi apresentado por Eddie Veder, vocalista do Pearl Jam.O vocalista da banda, Michael Stipe, recordou as palavras que sua avó lhe disse antes de morrer, recomendando que ele "lembrasse de todos os momentos", e a banda tocou Begin the Begin e Gardening at Night.Van Halen em conflitoEm meio às tensões que dividem os membros da banda Van Halen, apenas um de seus vocalistas, Sammy Hagar, e o ex-baixista Michael Anthony compareceram ao evento.Estavam ausentes outro ex-vocalista David Lee Roth, que teria discordado quanto ao que cantar, e o guitarrista Eddie Van Halen, que há quatro dias anunciou que estava se internando numa clínica para recuperação de dependentes.O guitarrista Keith Richards, dos Rolling Stones, apresentou o trio feminino dos anos 1960 The Ronettes, que trabalhou com o produtor Phil Spector.A noite também incluiu uma homenagem ao ícone do soul James Brown, morto em dezembro. A cerimônia foi dedicada também à gravadora Atlantic e ao fundador do Hall da Fama do Rock and Roll, Ahmet Ertegun, também morto em dezembro e cuja paixão por música negra lançou as carreiras de artistas desde Ray Charles até Aretha Franklin.Patti Smith cantou um cover de Gimme Shelter, dos Rolling Stones, e uma de suas canções mais conhecidas, Because of the Night (composta com Bruce Sprinsteen), o carro-chefe de seu álbum de 1978 Easter.Os artistas podem ser incluídos no Hall da Fama a partir de 25 anos após o lançamento de seu primeiro disco e são representados numa exposição permanente no Hall da Fama e Museu do Rock and Roll, em Cleveland, Ohio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.