Roberto Carlos vira garoto-propaganda da Nestlé

Depois de três anos com grandes campanhas demarketing que envolveram o sorteio de casas próprias, a Nestlé Brasil resolveu neste ano explorar mais a fundo o emocional deseus consumidores. Com esse objetivo, firmou uma parceria com o cantor Roberto Carlos, que será garoto-propaganda da novacampanha promocional da companhia, que leva o slogan "Nestlé Faz Bem"."Desde a campanha "80 anos de Nestlé, 80 casas pra você" (2001), estamos possibilitando aos brasileiros a realização dealguns de seus sonhos, como o de aparecer na tevê, o de ter sua casa própria ou de ganhar R$ 1 milhão", disse o diretor decomunicação da Nestlé Brasil, Mario Castelar, aludindo também ao "Nestlé e você no Show do Milhão" e "Nestlé e Você, JuntaBrasil". "Agora, queremos tornar mais próximo de nossos consumidores o sonho de conhecer o Rei".Fruto de investimentos de R$ 80 milhões, a campanha engloba tanto a aparição do ídolo da música popular brasileira naspropagandas da gigante de alimentos, quanto uma espécie de patrocínio da companhia à turnê nacional do cantor, que realizará25 shows por todo o País até o fim do ano para divulgar o álbum Pra Sempre. Neles, fãs que pagarem R$ 10 ecomprarem três produtos da Nestlé participantes da promoção ganharão um ingresso de arquibancada. Os alimentos compradospelos consumidores, que serão trocados pelo ingressos, serão doados para entidades assistenciais da cidade, onde o show serárealizado."O meu público deve reagir muito bem a essa parceria, até mesmo porque 94% dos lares brasileiros têm produtos da Nestlé",comentou Roberto Carlos. "Os meus fãs sabem que a Nestlé faz parte da minha vida, como faz parte da deles também". Ocantor lembrou que esta não é, contudo, a primeira vez que a gigante de alimentos se associa a ele para uma campanha demarketing. O início desta parceria se deu na ação "Nestlé, Amor por Você", em que a empresa utilizava a música "Como égrande o meu amor por você". Os valores envolvidos no contrato, contudo, não foram revelados.Além dessas ações itinerantes de marketing por meio dos shows de Roberto Carlos, a campanha Nestlé Faz Bem englobaainda ações para cada uma das marcas estratégicas da companhia, como Nescau, Leite Moça, Nescafé, Molico, entre outras,com filmes televisivos, anúncios em revistas, backlights, spots para rádio, painéis eletrônicos e materiais de ponto-de-venda. Oprimeiro passo da companhia, contudo, será no sentido de comunicar a nova campanha, o que se dará por meio da veiculação, apartir de 24 de junho, de três comerciais televisivos de um minuto de duração, criados pela McCann-Erickson e produzidos pelaFilm Planet."Nesses filmes serão retratadas cenas do cotidiano do brasileiro durante o café da manhã, almoço e jantar, resumindo a missãoda Nestlé que é proporcionar saúde, nutrição e bem-estar a seus consumidores", explicou Castelar. "Em síntese, a campanha foicr iada para dar suporte ao nosso crescimento de vendas".Projeções De acordo com o presidente da Nestlé Brasil, Ivan Zurita, a companhia deve concluir 2004 com umcrescimento duas vezes maior do que o índice do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, projetado pelo governo para aumentar3,5% neste ano. No ano passado, a empresa obteve um faturamento bruto de R$ 9,6 bilhões, contra os R$ 7,7 bilhões de 2002."Nossa meta era duplicar em quatro anos nosso faturamento, feito que conseguimos concluir em 2003, ou seja, um ano antesdo previsto", afirmou Zurita. "O fato é que em um período em que o País cresceu 1,5%, conseguimos avançar 30%". Zurita destacou que a companhia mantém para este exercício fiscal a verba anual de US$ 150 milhões para aplicar eminovações tecnológicas. Atualmente, a companhia conta com 26 fábricas no País, muitas das quais listadas entre as maismodernas da corporação em todo o mundo. "E, embora não seja foco de nosso negócio, por sermos uma empresa internacional,devemos incrementar também nossas exportações ao longo deste ano", atentou o executivo. Pelas projeções dele, as remessasexternas de 2004 devem somar US$ 200 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.