Roberto Carlos vai ao Recife encerrar reclusão

Os boatos foram fulminantes e apareceram por todos os lados. Desde a morte de sua mulher, Maria Rita, há quase um ano, Roberto Carlos ouviu dizer que virar padre estaria em seus planos, que havia abandonado a música definitivamente, que cantaria em missas com padre Marcelo Rossi e que até estaria à beira da loucura.Em mais de 40 anos de carreira, o cantor jamais havia enfrentado tempestade tão turbulenta. Ainda fragilizado pela perda da mulher, Roberto anuncia agora o fim de seu maior e mais difícil período de reclusão. Depois de dois anos sem trabalhar em discos novos, e mais de um sem pisar nos palcos, o "Rei" tem dia, hora e local marcados para reassumir o trono.Por vontade própria, Roberto Carlos escolheu Pernambuco para fazer sua primeira reaparição. Dia 11, às 21 h, no Ginásio do Geraldão, em Recife, mais de 8 mil pessoas de vários Estados disputarão lugares para assistir ao espetáculo. Já foram esgotados 1.500 ingressos destinados às cadeiras do setor mais privilegiado. Restam poucos bilhetes para arquibancadas, que custam R$ 20. Há também entradas para camarote, por R$ 300. O retorno vale também para a produção em estúdio. No final de 99, época da morte de Maria Rita, o compositor jogou a toalha e sua gravadora Sony, apenas para cumprir tabela, colocou nas prateleiras um álbum duplo mas sem material inédito. Para este ano, um disco com várias canções novas está sendo finalizado para chegar às lojas na primeira quinzena de dezembro. Além de músicas recentes, algumas inspiradas em Maria Rita, aparecerão parceiras com o amigo Erasmo Carlos, esquecidas na gaveta por anos e nunca gravadas. Um segundo projeto, dado pela boataria como morto, foi apenas adiado. No início do ano que vem, chega às lojas o CD com versões para músicas sertanejas. Roberto na Rede - Outra novidade prova que a volta de fim de ano não é apenas para cumprir a tradição. Em parceria com a Globo.com, divisão para o mercado virtual das Organizações Globo, Roberto Carlos finaliza seu primeiro site oficial, previsto para entrar no ar no primeiro semestre do ano que vem. A pedidos do cantor, a Rede Globo é a responsável por seu material na Internet. Avesso a computadores, o cantor começa a tomar gosto pelo meio virtual. Segundo sua assessoria, ele faz questão de acompanhar de perto o desenvolvimento de sua homepage. Shows em São Paulo, Rio e outras cidades das regiões Sul e Sudeste não estão na agenda do artista. Depois das oito apresentações no Nordeste, Roberto volta para o Rio apenas para terminar o disco e gravar o especial de fim de ano da Rede Globo. Logo depois, vai a Fortaleza para continuar sua turnê. O homem que reconduziu o Rei aos palcos é conhecido em Recife como Pinga. Aos 60 anos, o produtor trabalha com o cantor há 34 e fala do amigo com intimidade. "Sei tudo do que ele precisa. Não fazemos nem contrato, nossas combinações são todas verbais." Com 220 shows no currículo, sendo um deles o primeiro que o compositor fez no Nordeste, em agosto de 1966, Pinga tem como nome verdadeiro José Carlos Mendonça e dirige a Pinga Produções. "Roberto é um dos artistas mais simples que conheço. Monta seu próprio camarim e só pede água, frutas e uma dose de uísque para lubrificar a garganta antes do show", revela o produtor. Poucos aguardam pela volta do cantor com tanta expectativa como a carioca Vera Marchisiello. Responsável pelo fã-clube Um Milhão de Amigos, Vera não concordou com uma campanha recente, propagada em alguns órgãos da imprensa, que pedia pelo retorno. "Respeito é bom e a gente gosta. Quando perdeu a mulher, ele estava em um momento que deveria ser respeitado. Roberto Carlos não vai voltar porque ele nunca parou." Com 10 mil associados registrados em países como Japão, Alemanha, Holanda Autrália e Suécia, o grupo é o único recomendado pelo próprio cantor. Apesar da adoração que a faz guardas materiais e mais de 400 discos lançados em dezenas de países, Vera é contra tietagem. "Roberto Carlos não precisa mais disso."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.