Roberto Carlos se prepara para o fim do ano

"Em novembro o Rei estará de volta". Com essa frase, o site da Pinga Promoções, agência que cuida dos shows de Roberto Carlos no Nordeste, anuncia o retorno do cantor e compositor aos palcos. O dia exato é 11 de novembro e a arena escolhida para acolher o cetro real é o ginásio Geraldão, no Recife. É a estréia da turnê nacional do popular cantor que segue no dia 23 para Fortaleza e na seqüência passa por Natal, João Pessoa, Maceió e Aracajú. Em dezembro os shows serão em Feira de Santana e Itabuna.Paralelamente ao giro, outras informações atestam que Roberto Carlos resolveu sair do exílio que se impôs, após a morte da mulher Maria Rita, em dezembro do ano passado. No final de setembro ele renovou seu contrato com a rede Globo, o que garante a retomada do especial de Natal interrompido em 1999. Exibido pela emissora carioca por 24 anos, o programa terá novo formato e começa a ser gravado em dezembro. Deve incluir trechos dos shows no Nordeste. O contrato com a Globo tem duração de três anos.Há também um CD de músicas inéditas, muitas delas compostas em parceria com Erasmo Carlos, seu fiel escudeiro. O álbum está pronto e será entregue à gravadora Sony no próximo dia 8. A data prevista para o lançamento é 25 de novembro. No ano passado, em função da complicação do estado de saúde de Maria Rita, Roberto Carlos não lançou o tradicional disco. Para o início de dezembro ele agendou sua participação no programa do Faustão. Lá, deve desmentir os boatos que davam conta de seu afastamento da carreira artística e retomar de vez o seu posto de Rei da Música Popular Brasileira. Para finalizar, no fim do ano ele estréia o seu site (www.robertocarlos.com.br), que ficará abrigado no servidor do Globo.com. Maria Rita Simões Braga faleceu após o agravamento de um tumor maligno encontrado em sua região pélvica. Ela foi casada com o Rei por três anos. Foi a única das três mulheres que o religioso Roberto Carlos levou ao altar. "Ela foi o grande amor da vida dele", diz Ivone Kassu, assessora de imprensa do cantor. J.F.Diorio/AENo final do ano Roberto Carlos estréia o site www.robertocarlos.com.br, que ficará abrigado no servidor do Globo.comDor da perda - Roberto Carlos ainda está passando por um momento difícil em sua vida. A assessoria de imprensa do cantor e o filho de Erasmo Carlos, Leonardo, que cuida da carreira do pai, não negam o fato. Na verdade, confirmam que a morte de Maria Rita ainda não foi digerida pelo Rei. No entanto, todos eles são categóricos ao afirmar que Roberto, apesar dos pesares, continua com as atividades que vem desenvolvendo nestes últimos 40 anos e que fizeram dele músico amado em todo Brasil. Segundo Leonardo, Erasmo prefere não dar declarações nesse momento. "Meu pai acompanha os acontecimentos envolvendo o Roberto, mas agora, após o novo disco já estar pronto, ele acha que quem deve falar é o amigo, e não ele", diz. Ivone Kassu comenta: "Ele está reagindo super bem, acompanhando a criação do site. Ainda está triste. Para um compositor romântico é mais profunda a dor da perda". Kassu ainda ressaltou que Roberto, atualmente com 59 anos, imaginava passar o resto dos seus dias ao lado de Maria Rita. Sequer passava por sua cabeça a possibilidade de perdê-la. "Mas em nenhum momento ele perdeu a sua fé", ressalta. Fofoca - Os boatos a respeito do estado emocional de Roberto Carlos começaram com a publicação de reportagem na revista Caras desta semana. Na capa do semanário, o Rei aparece com os cabelos brancos e com as mão unidas, em postura de reza. No texto, diz-se que Roberto está deprimido e que apenas sai de casa para ir ao seu estúdio particular. O segundo fato, segundo Kassu, é verdade. "Ele construiu o seu espaço para poder trabalhar. Isso começou há quatro anos. Lá, uma casa antiga que ele reformou, ficam os aparatos que ele precisa para compor", explica a assessora. O primeiro, no entanto, ela revoga. "Como já disse, ele não se recuperou ainda do baque, mas não deixou de fazer nada do que sempre fez", completa. O estúdio de Roberto Carlos, na Urca, é uma antiga mansão que o cantor começou a reformar em 1996. De lá para cá, ele o vem utilizando para trabalhar. Não esconde que é seu lugar predileto, onde pode ficar distante e pensar somente em suas músicas. Devido ao assédio ininterrupto das revistas de variedades, ele parou de freqüentar a Paróquia do padre Jorjão. Construiu uma capela no terreno do estúdio e lá, uma vez por semana, se revezam em missas o padre Jorjão e o padre Morais, da Igreja Nossa Senhora do Brasil.O projeto do disco com canções sertanejas, anunciado para sair este ano, não foi abandonado pelo cantor. "Na verdade é um trabalho em que ele relê clássicos sertanejos com uma roupagem bem romântica", explica. "Ele deve lançar no ano que vem", completa. Cabelos brancos Quanto ao visual, não é de hoje que Roberto Carlos pinta os cabelos. Entretanto, devido ao constante contato com seu público, ele não costumava deixar a alva madeixa à vista. Kassu explica que o Rei não está nem um pouco interessado em pintar os cabelos. "Ele sequer sabe se deixará ou não os fios ao natural para as fotos do encarte do novo álbum". A assessora conta que Roberto Carlos passou a se preocupar com o assédio dos paparazzi. "Eles ficavam de campana em frente a casa esperando por uma reação. A foto da capa foi tirada assim", diz. "Passaram um mês lá para conseguir uma capa barulhenta". Para resolver esse problema o cantor colocou cortinas em seus carros e insulfime na varanda do apartamento de quinto andar, localizado na Urca, onde mora. E voltará a dar as caras em novembro, com o visual que escolher, provando que o Rei não foi deposto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.