Roberto Carlos grava especial do ano

Aos 62 anos, o "Brasa" continuaum fenômeno popular. Os ingressos para o show de amanhã, às 21horas, no Via Funchal, estão esgotados desde o dia 2. Oespetáculo servirá para a gravação do especial de fim de ano da"Rede Globo", daí a imensa procura de ingressos - em cincodias, as 3 mil entradas disponíveis esgotaram-se. Mas não é só:por conta da grande procura, a produção, que já havia programadodois espetáculos, para os dias 14 e 15, no Olympia, teve deagendar um concerto extra, no dia 16, no mesmo local. Mais umavez os ingressos se esgotaram rapidamente. E olha que tinhaingresso custando R$ 145. Nos últimos 28 anos, Roberto Carlos só não gravou oespecial em 1999, ano em que morreu sua mulher Maria Rita. A"Rede Globo" dividiu o show em três partes. Para abri-lo, aorquestra que acompanha o cantor vai repetir a tradição einterpretar um pot-pourri de seus hits mais românticos, comoEmoções, Como É Grande o Meu Amor por Você, Eu TeAmo e Amor Perfeito. Na seqüência, Roberto Carlos explora um pouco o formatoque já fez tanto sucesso no Acústico MTV, que ele gravou noano passado. Sozinho ao violão, ele interpreta Por Isso EuCorro demais, As Curvas da Estrada de Santos, Parei naContramão, Detalhes, Todos Estão Surdos e É PrecisoSaber Viver. Roberto e orquestra encerram o show com o set decanções religiosas do cantor, devoto de Nossa Senhora Aparecida.Ele costuma cantar Luz Divina, Nossa Senhora e Amorsem Limite. Quanto ao novo disco de Roberto, mistério completo. Aténa semana passada, a própria gravadora do cantor, a Sony Music,não tinha idéia do que será seu álbum do fim de ano. Há umagrande chance de que seja lançado com a gravação do show que ocantor fez no Aterro do Flamengo, em novembro, para 150 milpessoas. Ele pode fazer parte dele em estúdio, também. E podesurgir com um disco inteiramente novo. Justiça - Roberto tem vivido um fim de ano atribulado.Em setembro, oficiais de Justiça entraram em sua casa, no Rio deJaneiro, atendendo a solicitação judicial do compositor,pianista e advogado Sebastião Braga. Braga (co-autor da música OCareta, que Roberto gravou em 1987 sem dar-lhe crédito) buscavaum contrato do "Rei" com a Sony Music. O cantor classificou aação como "exploração pública" com intenção de"autopromoção". Site - Apesar dos percalços, Roberto Carlos continuafalando pouco e trabalhando muito. Fez mais de uma centena deshows este ano, e chegou a responder em seu site a algunsburburinhos sobre sua vida pessoal. "Você está namorando a bailarina Ana Botafogo?",perguntava o mundo das colunas. "Não, não sei como surgiu esteboato. Tenho uma grande amizade com o Dr. Ernani e Maria Dulce,que são seus pais e a quem eu vejo sempre. Embora tenha muitaadmiração e respeito pela Ana, a vi pouquíssimas vezes. Nãoentendo como alguém inventa e publica uma história destas",escreveu Roberto. Outra questão recente: o cantor tem planos de voltar aatuar no cinema, surgindo em um filme produzido por BrunoBarreto? "Não, não participarei do filme, mas minhas músicasestarão na voz de um dos personagens."Serviço - Roberto Carlos. Amanhã, às 21 horas. Ingressos esgotados. ViaFunchal. Rua Funchal, 65, tel. (11) 3846-2300.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.