Roberto Carlos grava Acústico MTV

Quem será a produtora misteriosa que finalmente tirou o coração de Roberto Carlos do vale das lágrimas? Será que os convidados Samuel Rosa, do Skank, e Tony Belotto, dos Titãs, cantarão É Proibido Fumar e É Preciso Saber Viver? Qual será o repertório escolhido?Essas são as questões que esquentam os bastidores da gravação do Acústico MTV de Roberto Carlos, nessa quarta-feira à noite, no Pólo de Cinema e Vídeo do Rio de Janeiro, na Barra da Tijuca. Para uma platéia de cerca de 150 pessoas, convidados selecionados pela MTV, pela gravadora Sony Music e o próprio artista, Roberto Carlos e mais três instrumentistas fazem o show mais aguardado do ano.Tradicional porta de entrada de artistas veteranos no mundo da audiência adolescente, o Acústico MTV já revitalizou carreiras de bandas esquecidas, como os Eagles, e apresentou a sofisticação de Tony Bennett a fãs do Nirvana.A idéia de gravar um Acústico foi do próprio Roberto Carlos, mas a logística para equacionar a vaidade da detentora da marca (a MTV) e a arrogância da emissora que detém os direitos de imagem do cantor (a TV Globo) arrastou-se até a noite de segunda-feira.Foi numa reunião no fim desse dia que se definiram detalhes da gravação. Um único fotógrafo será credenciado para registrar a apresentação, o paparazzo oficial do "Rei", Luis Garrido.Boatos dão conta de que Roberto Carlos está em via de rompimento com a TV Globo. O fato de a emissora não ter uma cota de convidados para o evento é um indicativo disso. Na MTV, tudo é festa. A promoção da emissora musical sobre o especial acústico do "Rei" bateu recordes de participantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.