Roberto Carlos e Rede Globo se estranham

Depois de 30 anos de casamento harmonioso, o cantor Roberto Carlos e a Rede Globo tiveram uma briga pública, tornada oficial hoje, com a divulgação de duas notas. O motivo da divergência foi a recusa do cantor em gravar o seu famoso especial de fim de ano no Maracanã, para um público de 120 mil pessoas.Em sua explicação, Roberto diz que o único motivo pelo qual não aceitou fazer o show foi a impossibilidade de um acordo financeiro com a Globo. ?Além do mais, eu queria ter neste evento a promoção da Nestlé, que tem proporcionado ao público ingressos mais acessíveis, mas novamente não houve acordo. Então, o especial não será no Maracanã. Respeito a decisão da Globo, que também respeitou a minha?, afirmou.A empresa, por meio de Luis Erlanger, diretor da Central Globo de Comunicação, desmentiu polidamente o "Rei", explicando que o acordo só não aconteceu por problemas com o ?formato? do show - a realização do especial no Maracanã exigiria grandes investimentos em produção. ?A respeito da bilheteria, gostaria de esclarecer que não é fundamental para a TV Globo, tanto assim, que o show no Claro Hall não terá ingressos vendidos. A platéia será composta por 3 mil convidados?.Roberto Carlos lança na próxima semana seu novo CD e o primeiro DVD de um show ao vivo, ambos gravados durante concerto do cantor no Estádio do Pacaembu, em São Paulo, em outubro. Também dará entrevista coletiva no Rio de Janeiro, em local ainda a ser definido. Sua gravadora, a Sony Music, relança uma caixa com oito de seus primeiros discos, que foram remasterizados com a supervisão do próprio artista.

Agencia Estado,

30 de novembro de 2004 | 19h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.