Miguel Rajmil/Efe
Miguel Rajmil/Efe

Roberto Carlos é homenageado em Nova York

Cantor recebeu um quadro pelos 100 milhões de discos vendidos no mundo todo

15 de abril de 2010 | 22h06

Efe

 

NOVA YORK- No momento em que comemora meio século de carreira e prestes a completar 69 anos, Roberto Carlos recebeu nesta quinta-feira, 15, Nova York uma homenagem da gravadora Sony pelos 100 milhões de discos vendidos no mundo todo.

 

O cantor chegou hoje à cidade, dentro da turnê que realiza pelos 50 anos de sua trajetória, para se apresentar na sexta e no sábado no famoso Radio City Music Hall.

 

Roberto Carlos recebeu das mãos do executivo da Sony Richard Sanders um quadro com uma foto sua cantando e, abaixo dela, vários discos com o número 100.000.000.

 

"Michael Jackson é o rei da música pop e Roberto Carlos, o rei da música latina", afirmou Sanders durante o evento, realizado na sede da companhia em Manhattan. "Sou só um cantor", respondeu Roberto.

 

O rei contou à Agência Efe que, quando começou na música, jamais pensou que alcançaria o lugar que ocupa hoje e lembrou com carinho da Jovem Guarda.

 

"Nunca pensei que se transformaria em um movimento", afirmou Roberto, que disse ainda que nunca cantaria "nada que não sentisse" e que para compor se baseia em suas experiências, na de seus amigos, e no que observa. "Tudo o que componho e o que canto, e sinto", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.