Claudio Reyes/Efe
Claudio Reyes/Efe

Roberto Carlos abre 52º Festival de Viña del Mar diante de 15 mil pessoas

Antes de terminar o show e de jogar rosas brancas e vermelhas para a plateia, cantor foi agraciado com a Gaivota de Prata, prêmio máximo do festival

22 de fevereiro de 2011 | 05h21

VIÑA DEL MAR - Carismático, elegante e com sua voz inconfundível, Roberto Carlos abriu nesta segunda-feira, 21, o 52º Festival de Viña del Mar, no Chile, com um show de duas horas para 15 mil pessoas presentes no anfiteatro de Quinta Vergara.

 

Velho conhecido do Festival chileno, onde já se apresentou em outras duas oportunidades, Roberto Carlos subiu ao palco inteiramente vestido de branco e iniciou o show com Emoções.

 

"Boa noite. Que prazer vê-los após tantos anos! É uma honra estar novamente no Festival de Viña. Para vocês, o meu aplauso. Obrigado pelo amor e por todas as coisas lindas que recebi de vocês", disse o artista, antes de interpretar a canção "Que será de ti".

 

O "Rei" deu sequência à apresentação com O homem que sabe o que quer e a clássica Detalhes.

"Fiz esta canção há muito tempo, com muita alegria e emoção. Hoje não a canto com a mesma alegria, mas sim com muitíssimo mais amor", foram as emocionantes palavras de apresentação de Lady Laura, tema dedicado à mãe do artista, que morreu no ano passado.

 

Também não ficaram de fora as canções Côncavo e convexo e Jesus Cristo, além de uma versão de O dia que me queiras (El dia que me quieras), do cantor de tango argentino Carlos Gardel.

 

Antes de jogar rosas brancas e vermelhas para a plateia, Roberto Carlos foi agraciado com a Gaivota de Prata, o prêmio máximo do festival.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.