Estadão
Estadão

Roberta Martinelli, colunista do 'Estado', conquista o prêmio de melhor jornalista no WME

'Cheguei a receber a proposta de ghostwriters homens desde que comecei a coluna, mas eu não precisei', disse a apresentadora do 'Som a Pino', da 'Rádio Eldorado'

O Estado de S.Paulo

28 de novembro de 2017 | 23h11

Roberta Martinelli, apresentadora do programa Som a Pino, da Rádio Eldorado (FM 107,3 - SP), e colunista do Caderno 2, do jornal O Estado de S.Paulo, ganhou o prêmio na categoria de melhor jornalista do Women's Music Event Awards (WME), primeira premiação musical destinada exclusivamente às mulheres. O evento foi realizado na noite desta terça-feira, 28, no Cine Joia, na região central de São Paulo. "Cheguei a receber a proposta de ghostwriters homens desde que comecei a coluna, mas eu não precisei!", disse Martinelli ao comemorar o reconhecimento pelo seu trabalho em comentar o mercado da música nas páginas do Estado.

+++ Leia todas as colunas de Roberta Martinelli

Formada em Teatro e Rádio e TV, Roberta iniciou sua carreira na Rádio Cultura, quando estreou o Cultura Livre nas frequências do AM. Dois anos depois, em 2011, levou o programa para a TV Cultura. Roberta Martinelli também cursou quatro anos de Direito.

+++ Roberta Martinelli, da 'Rádio Eldorado', estreia coluna no 'Caderno 2'

Apresentado por Preta Gil, o Women's Music Event Awards premiou mulheres em diversos segmentos da produção musical. Karol Conká, por exemplo, foi agraciada como melhor cantora. Elza Soares recebeu o prêmio na categoria melhor show e Mahmundi ganhou como "melhor instrumentista".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.