Robbie Williams lança o álbum "Intensive Care"

O cantor britânico Robbie Williams apresentou hoje em uma entrevista coletiva em Berlim uma canja do show que promove seu novo disco, Intensive Care, no domingo com 7.500 fãs. O astro do pop britânico alugou um andar inteiro de um hotel de luxo na futurista Postdamer Platz para sua estada em Berlim. Williams transformou a entrevista coletiva em um espetáculo, com imitações de Freddy Mercury e Mick Jagger. O cantor apresentou Intensive Care, que chegará às lojas no próximo dia 24, em um hangar do aeroporto de Tempelhof, construído pelos nazistas e que foi cenário de filmes inesquecíveis como Cupido não tem bandeira, de Billy Wilder. As entradas para o show de domingo estão esgotadas há um mês, apesar do alto preço. Para o cantor, Intensive Care, seu oitavo trabalho, é seu melhor disco até agora. "Quis fazer o álbum perfeito. Ainda não consegui, mas este disco se aproxima. O álbum perfeito será o próximo", sustentou Williams. O disco é mais melódico e nostálgico que os anteriores, reconheceu. Em 2006, o cantor promoverá o trabalho com uma turnê pelo mundo. Ex-componente do Take That, Williams é considerado uma das grandes estrelas do pop britânico, com mais de 35 milhões de discos vendidos no mundo todo.Kate Moss - O astro britânico da música pop falou sobre o escândalo que envolve a modelo Kate Moss, que perdeu vários contratos de publicidade, depois que um jornal inglês publicou fotos em que supostamente cheirava cocaína. Para Williams, a top model está sendo injustamente atacada. "Não me surpreenderia se ela tivesse tentado o suicídio na semana em que tudo isso saiu nos jornais", disse aos jornalistas durante entrevista coletiva sobre o novo álbum.Segundo o cantor, a imprensa dirige ataques contra Kate quando ela não merece. A imprensa deve explicar por que está fazendo isso com ela. "Estamos falando de uma mulher que jamais fez mal a ninguém e jamais fingiu ser alguém que não era", disse Williams."Ela não fez nada de mau. O que faz em sua vida privada deve ficar em sua vida privada", sustentou. "Ela é um ícone total, é linda. Toda vez que me encontrei com ela foi muito amável", disse o cantor.O jornal Daily Mirror publicou fotos no mês passado de Kate, de 31 anos, cheirando cocaína em um estúdio de música em Londres. Pouco depois, a modelo perdeu seus contratos com as marcas H&M, Burberry e Chanel.A imprensa britânica informou a semana passada que Kate havia se internado na clínica Meadows, nas imediações de Phoenix, noArizona, EUA, para submeter-se a um tratamento médico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.