Rita Lee fecha ano com "MTV ao Vivo"

Rita Lee acaba de lançar o projeto MTV ao Vivo Rita Lee, formato já difundido que dá origem a CD, DVD e especial na emissora musical. Na MTV, o especial vai ao ar hoje, às 20h30. Na opinião dela, nada mais "renovador" do que gravar um MTV ao Vivo para fechar um ano todo dedicado basicamente ao CD de inéditas Balacobaco, lançado no ano passado. A crítica, de forma geral, costuma torcer o nariz para discos em que o artista revisita a própria obra. Rita não se importa com isso. E com a franqueza que lhe é usual, defende seu peixe. "Ah, se fôssemos fazer as vontades dos críticos, seríamos um bando de mendigos idealistas. Se os críticos pagassem minhas contas, eu também gravaria um disco cabeça a cada 20 anos." Esta não é a primeira vez que Rita faz dobradinha com a emissora. As duas já tinham experimentado a parceria no Acústico MTV, em 1998. Gravado em agosto, no Hotel Unique, em São Paulo, o Ao Vivo MTV Rita Lee usa o esqueleto da turnê Balacobaco, mas promove um apanhado do repertório lado B da discografia e, para não deixar ninguém na saudade, há os clássicos: como Baila Comigo, Caso Sério e Saúde, no CD, ou como Lança Perfume e Ovelha Negra, no DVD. Em outro clássico, Esse Tal de Roque Enrow, a roqueira Pitty foi convidada para um duo. Ao lado de outra cantora, Zélia Duncan, Rita canta Pagu, sucesso na voz de Maria Rita. Rita Lee e Zélia são as compositoras da música e até tinham pensado em convidar Maria Rita para cantar com elas, mas a gravação acabou coincidindo com o nascimento de seu bebê. Em meio a tantos hits, houve uma brecha para incluir duas inéditas, Meio Fio (parceria do Roberto de Carvalho e Arnaldo Antunes) e Coração Babão (parceria de Rita e novamente Roberto), compostas nos hotéis da vida. A pedido do filho Beto Lee, há ainda uma versão em português de I Wanna be Sedated, dos Ramones, que virou Eu Quero Ser Sedado. Para 2005, além de um CD de inéditas, Rita planeja lançar uma caixa completa abrangendo toda sua carreira. MTV ao Vivo Rita Lee - Hoje, às 20h30. Na MTV

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.